Foto: PC/AL A6ac0cbc d5e1 43d5 a6c7 e7b1402a5419

A Polícia Civil (PC) junto com a Secretária da Fazenda (Sefaz) realizaram uma apreensão de mais de R$ 1 milhão em produtos piratas, durante uma operação deflagrada nesta segunda-feira, 23. Roupas, calçados, perfumes, óculos e relógios, tudo sem nota fiscal, foram localizados dentro de um prédio com três pavimentos, no bairro da Chã da Jaqueira, em Maceió.

De acordo com o coordenador do Grupo de Investigação da Delegacia Geral, Berenaldo Lessa, a investigação da PC descobriu que todos os pavimentos do prédio estavam abarrotados de produtos, aproximadamente 35 mil peças.

O responsável pelo local apresentou notas fiscais que possuíam o valor total de R$ 50 mil e data de expedição do ano passado. Os agentes constataram que havia mais mercadoria no local do que a descrita no documento.

O material foi apreendido, encaminhado ao pátio da Secretaria da Fazenda, em Jacarecica, onde será contabilizado e catalogado. Os agentes também descobriram a comercialização das peças de forma irregular, sem o pagamento dos impostos obrigatórios.

Segundo a PC, há produtos originais, mas a maioria são peças falsificadas, de marcas renomadas e buscadas por consumidores.

A multa para este caso deve chegar ao valor médio de R$ 302 mil. Os responsáveis pelo material apreendido podem responder por crime de falsificação de produtos de marcas famosas e por crime de sonegação fiscal.

 A ação também contou com a participação dos policiais da Oplit (Operação Policial Litorânea Integrada).

*Com Informações PC/AL