D475526b 42d4 41cc b787 0751d99c73f1

Com o objetivo de promover a difusão e a apresentação da música vocal erudita em Maceió assim como nas cidades do interior do Estado de Alagoas, o Coro Prisma de Maceió estreia, no dia 26 de outubro, o “Concerto Sacro Itinerante” as 20 horas na Matriz de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, no bairro do Vergel do Lago.

Segundo Gustavo Campos, fundador e regente do Coro Prisma há 27 anos, o concerto, que tem quatro apresentações agendadas, levará a música erudita ao público da capital e do interior. Após a estreia na Matriz de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, comunidade onde o coro nasceu, o concerto será apresentado, inicialmente, nas cidades de São Miguel dos Campos e Matriz de Camaragibe. Além da promoção e difusão da música vocal erudita de forma gratuita às comunidades selecionadas neste projeto, em uma primeira etapa, o conteúdo do programa será apresentado de forma didática e acessível.

Eduardo Xavier, um dos solistas e o preparador vocal do projeto, também frisa a necessidade de interiorizar esse tipo de evento”. Embora concertos e projetos individuais sejam apresentados, principalmente na capital do Estado, é no interior que este gênero musical padece do maior desconhecimento por uma quase total parcela da população. Seja por uma questão de educação formal, como também por falta de políticas públicas voltadas à difusão da música erudita", analisa.

Regido pelo Maestro Gustavo, com sete solistas, um organista e um coro de aproximadamente 20 integrantes o “Concerto Sacro Itinerante” apresenta um programa com duração de 1h10min que reúne composições de Giuseppe Verdi, Jacob Arcadelt, Antonio Vivaldi, Georg Friedrich Handel, Cesar Franck e Luis Álvares Pinto.

Os concertos são gratuitos e abertos ao público em geral - de acordo com a capacidade de recepção das igrejas sediantes, sendo dia 08, na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima, em São Miguel dos Campos; dia 16, na Igreja Matriz de Bom Jesus, em Matriz de Camaragibe e dia 22 na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ô, em São Miguel dos Campos.