Foto: Facebook 9442a66d 1edb 4ff9 8dd0 5eaf4f4364bb Jornalista Kennedy Luiz pode ser nomeado o novo diretor-presidente do IZP

Desde que este blog publicou a matéria - No "pacote" do PDT, jornalista deve assumir IZP na era RF - a repercussão foi grande nas salas e corredores do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). 

Só de pensar que o atual diretor-presidente da instituição, o jornalista Roberto Amorim, seria substituído pelo também jornalista Kennedy Luiz, servidores reagiram com tom de 'insatisfação" sobre a possível indicação do Partido Democrático Trabalhista (PDT). 

Kennedy, além de fazer parte do diretório do PDT em Alagoas, é atualmente técnico no IZP e trabalha como radialista e jornalista, contudo, considerado um servidor ausente dos quadros de funcionários do local de trabalho. 

Apesar de conhecer bem toda estrutura e espaço, segundo relatos ao blog, ele não tem boa relação pessoal com os servidores do IZP (havia publicado, anteriormente, que havia boa relação, mas não foi isso que me informaram no pós-matéria). 

A questão é que os cerca de 200 servidores do Instituto vivem no melhor momento de amadurecimento, crescimento, trabalho, conciliação, "arrumação' e sob uma direção que mudou a "cara" da comunicação institucional.

Para maioria dos servidores, trocar de direção por questões políticas é retroagir no tempo em que o IZP era usado - apenas - para preenchimento de cargos políticos. 

"Tivemos grandes avanços com essa nova direção do IZP, desde o início do Governo Renan Filho (PMDB). A indicação do diretor-presidente, através do secretário Ênio Lins, foi uma das melhores para instituição. Mudamos, crescemos e inovamos. O Roberto Amorim não só conseguiu 'arrumar a casa', como também, fez os profissionais se unirem mais e colocou o IZP em ordem. Mudar, após tantos avanços e por questões meramente política, seria uma perda para todos. É inaceitável essa condição", comentou um funcionário que prefere não se identificar. 

Por outro lado, há nos bastidores uma "manifestação interna" contra a indicação de Kennedy Luiz ao IZP, inclusive, de informações como o acúmulo de cargos comissionados. Todavia, esse um assunto que os próprios servidores resolverão internamente. 

Fora isso, no entanto, se o deputado federal Ronaldo Lessa (PDT) quiser mudar a direção do IZP - caso esteja dentro do pacote de aliança do partido com RF - vai enfrentar e trazer também sérios problemas para o Palácio República dos Palmares. 

Ao final, repito: Política é política! O resto... quem decide é o governador Renan Filho. 

Será?

Redes Sociais: Kleversonlevy   

Email: kleversonlevy@gmail.com