Ascom CMM 33e1ef70 beb9 4e04 bc96 8b16d74a8124

A Comenda Linda Mascarenhas foi concedida na manhã desta quarta-feira (18), ao artista Robson Barros Correia, a “Paty Maionese”. Amigos, familiares e admiradores compareceram ao Plenário da Câmara Municipal de Maceió para prestigiar a homenagem. Autora da honraria, a vereadora Tereza Nelma (PSDB) destacou o momento como uma “quebra de paradigma”.

 

“Precisamos romper os preconceitos. Vamos viver, deixar o outro ser feliz.   Sei que não foi fácil no início, mas ter uma Paty na família irradia luz. Ela traz alegria para todos nós. É a primeira vez que entrego a Comenda Linda Mascarenhas e me sinto muito feliz por estar dedicando a essa pessoa tão humana”, afirmou a parlamentar, ao dizer que “Robson é o primeiro comendador de Maceió por seus valores e compromisso social”.

 

Tereza Nelma destacou Paty como a “drag queen” mais famosa e requisitada de Alagoas, um ícone, responsável por projeto de inclusão social que “atende meninas carentes, da periferia e em situação de risco, com ação educacional e cultural, realizando ainda o sonho das jovens de terem a festa de 15 anos. Você vai ser reconhecido pela Casa de Mário Guimarães pelo seu valor, pelo que você tem feito”, disse a parlamentar.

 

Paty Maionese, que nesta quarta completa idade nova, ganhou várias homenagens e bolo de aniversário, oferecido pelas debutantes, que cantaram os parabéns em reconhecimento ao trabalho realizado pela drag.

 

José Roberto, cientista social, coordenador de Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Assistência Social, destacou este como um dia de alegria, mas também de reflexão.  “É Importante que todos que estão aqui hoje possam ver a pessoa humana que você é. Este dia é de felicidade, mas também é um dia de se repensar que sociedade é essa que estamos vivendo, que legado é esse que estamos deixando e um dos principais legados, sem dúvida, é o de Paty Maionese. Através dela muitos se reconstruíram. É importante que você nunca se cale e que outras pessoas possam se inspirar muito mais em você”, afirmou.

 

Paty Maionese falou de sua emoção pela homenagem recebida e de sua trajetória, que começou quando saiu do município de São Miguel dos Campos, onde nasceu, para realizar o sonho em Maceió. “Posso dizer que estou vivendo o aniversário mais incrível da minha vida, ao receber a Comenda Linda Mascarenhas, essa mulher incrível, cuja história pude estudar no teatro”, afirmou, ao lembrar as dificuldades que passou. 

 

“Quando cheguei em Maceió vi que a realidade era diferente. Tive que trancar o curso de teatro para ter uma profissão. Como decorador, vi a necessidade de animação na área de entretenimento e aí surgiu, de forma tímida, a Paty Maionese. Tudo o que sou devo à minha família. Muita gente me pergunta qual o segredo. Eu respondo: primeiro o amor”, afirmou.