Cortesia: Jamerson Ramalho C1b74459 7514 4090 9929 0de0a9ebfea7 Ruas transversais da Amélia Rosa receberam placas de proibido estacionar

Apesar da Superintendência  Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) anunciar que instalou placas de sinalizações de proibido estacionar em sete ruas da Avenida Antônio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa), no bairro da Jatiúca, moradores desaprovam a ação do órgão.

O blog conversou com os donos de algumas residências que estão instisfeitos com a implantação - de novo! - das placas que proibem estacionar até na porta de casa. Uma delas, inclusive, é a Rua José Maia Gomes que é traversal com a Amélia Rosa. 

Segundo relatos repassados ao blog, a instalação aconteceu por conta que algumas pessoas que moram em ruas próximas da antiga Amélia Rosa solicitaram a sinalização à SMTT, como também, até ajudaram os técnicos com a instalação.  

"Testemunhas ouviram o pessoal que estava realizando a instalação das placas (com o carro adesivado "a serviço da SMTT") conversando com moradores de um prédio que fica na rua por trás, a rua Dep. Luiz Gonzaga Coutinho. Elas afirmaram ainda que foram eles solicitaram tal sinalização, inclusive, questionando o pessoal que estava trabalhando e informando que algumas placas seriam colocadas na rua errada. Após isso, os vizinhos também disseram que a equipe da SMTT informou que, mesmo assim, instalaria nas demais ruas do bairro", comentou Jamerson Ramalho. 

De acordo com informações colhidas pelo blog, a instalação foi possível graças aos residentes de um prédio que fica na Rua Deputado Luiz Gonzaga Coutinho (sem infraestrutura para comportar um edifício e não se sabe como a construção do mesmo foi autorizada) incomodados com veículos estacionados próximos à entrada da garagem do prédio.

"Se haviam carros estacionados de forma irregular cabe ao órgãos competentes fiscalizarem e aplicarem a multa devida. Não realizar tal proibição até porque o estacionamento é benefício para os moradores e empresas da região, assim como, não atrapalha em nada. Tanto que não houve reclamação por parte dos moradores ou empresas da rua José Maia Gomes. Mas - praticamente - privatizaram a rua", completou o morador. 

Por outro lado, moradores insatisfeitos já disseram que vão realizar um abaixo-assinado contra o que eles consideram "ato abusivo" para favorecer poucas pessoas de um prédio e em desfavor da maioria e dos que realmente utilizam tais vagas para estacionamento na via pública.

"A prefeitura e os órgãos responsáveis deveriam estar preocupados em fazer com que o sistema público de transporte funcionasse de uma forma em que todos pudessem utilizar sem restrições, medo e com qualidade. Assim, haveria diminuição de veículos particulares nas ruas. Mas isso não é prioridade, infelizmente", finalizou Jamerson Ramalho. 

Portanto, não é de hoje que o blog chama atenção da SMTT para alguns ajustes no trânsito da capital alagoana. 

Leia também:  Sem fiscalização da SMTT, ruas transversais da Amélia Rosa são um 'caos'

Amélia Rosa: avenida precisa urgente de uma atenção da SMTT

SMTT implanta Zona Azul em mais uma rua e gera insatisfação

O que diz a SMTT?

De acordo com a assessoria de Comunicação da SMTT, as novas placas foram instaladas na Rua Industrial Breno Cansanção, Rua Olavo Macedo Ribeiro, Rua Dr. Augusto Cardoso, Rua José Maia Gomes, Rua Deputado Luiz Gonzaga Coutinho, Rua Desportista Cláudio Rocha Lima e a Rua Dr. Pedro Moura.

Segundo Daniela Loureiro, assessora técnica de Obras Viárias da SMTT, esse já era um projeto antigo que atende demandas solicitadas pela população.

“Por ser uma área residencial e comercial, o fluxo de veículos é intenso na região. Então, com a intenção de fazer com que as pessoas possam transitar melhor e também possam estacionar em suas residências e ter acesso às garagens prédios, as sinalizações foram implantadas”, explicou Loureiro.

Redes Sociais: Kléverson Levy 

Email: kleversonlevy@gmail.com