47e203f9 7389 4a98 b347 47f922ef39a6

O gerente da usina Sesta localizada no municipio de Teotônio Vilela, Marcelo Vilela faleceu na noite desta quarta-feira (11/10), aos 61 anos, na cidade em Brasília/DF, para onde tinha viajado em busca de tratamento de problemas no fígado. Ao constatar que seu caso requeria transplante do órgão, ficou internado na capital federal à espera de cirurgia, não resistindo vimd a falecer na noite desta quarta-feira (11)

Por recomendação da equipe médica de Brasília, a família informa que o corpo deverá seguir para velório diretamente em Viçosa, na zona da Mata alagoana, sua cidade natal. O sepultamento deverá ocorrer no sábado (14/10) as 9h no cemitério municipal da cidade. . O industrial deixa sua esposa Marileide e mais três  filhos, Ruth, Marcela e Luis Carlos.

“Doutor Marcelo”, como era chamado pelos colaboradores da Usina Seresta, veio para a cidade em 1971, junto com o ex-governador Teotonio Vilela e Geraldo Gomes de Barros. Foi um dos fundadores e funcionário número 1 das Usinas Reunidas Seresta, empreendimento que gerenciou durante os últimos 44 anos.

Sob sua gestão, a Usina viveu as duas faces da moeda, batendo sucessivos recordes de produção de açúcar e álcool durante muitos anos, e nos últimos tempos convivendo com a crise e tendo que demitir centenas de funcionários. Nos últimos meses, além do embate contra a doença, vinha reestruturando a usina no sentido de encarar mais uma safra, que começa desta vez sem o seu gerente.O prefeito Jãozinho Pereira lamentou a morte de Marcelo Vilela e lembrou a sua grande contribuição para o desenvolvimento da cidade e secretou luto ofial por três dias.