8b0a8e35 38e7 4759 8ed2 7f78020112da

Falei dos guias eleitorais recentes do PSDB aqui nesse blog. Coincidentemente (e creio que tenha sido apenas coincidência mesmo!), o secretário executivo do PSDB, Claudionor Araújo deu entrevista - está blog do Roberto Gonçalves aqui no CadaMinuto - em que diz que as inserções dos tucanos na televisão não teve “intenção de desconstruir quem quer que seja. É o legado de um governo sério, democrático, construtivo e que deixou marcas positivas em todas as áreas”. 

Não sei se Araújo se refere ao meu texto, mas como toquei no assunto e as declarações dele surgem imediatamente depois, destaco o seguinte: em momento algum eu disse - e está aí escrito para o leitor comprovar - que o guia tucano visava desconstruir alguma coisa. 

O que disse e repito é: não acredito em coincidências na política. E, na segunda vez que a gestão do ex-governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) é enaltecida (o que é legítimo) em seu guia eleitoral, traz como temática as ações da Saúde. 

Disse que ela (a inserção) casa com o momento em que o governo de Renan Filho (PMDB) sofreu duras críticas pela forma que conduz a pasta e esta foi alvo de uma operação da Polícia Federal. Isto é um fato! 

Pode te sido coincidência? Pode! Eu é que não acredito nelas. Por isso afirmei que o guia eleitoral foi cirúrgico. Registrei ainda que no primeiro guia eleitoral em que se fez menção à gestão do ex-governador Vilela, o foco foi a infraestrutura e a geração de emprego, em especial as obras do Canal do Sertão. 

Por fim, disse que não entrava no mérito das informações do guia. Quem quiser que julgue. Claudionor Araújo, em entrevista citou um rol de conquistas da fase tucana. É legitimo. Se há grandes feitos, natural que o partido se apoie neles às vésperas de um processo eleitoral. Natural também que o eleitor avalie se corresponde à realidade ou não. 

Quando Vilela era governador, eu publiquei diversas vezes que foi injustiçado em muitas crítica que sofreu, pois o governo tinha sim méritos, mesmo eu discordando completamente da visão social-democrata, que para mim é mais um “tom de vermelho”. 

Cito um: a forma como - na segunda gestão - conduziu a pasta da Ciência e Tecnologia. Como o meu post era sobre a questão política, disse que a análise de mérito era “uma outra história”. 

Não creio que Claudionor me responda por meio a entrevista, pois ele sabe que tem acesso direto a minha pessoa. Creio que se trata apenas de uma coincidência entre o meu post e o dia em que ele foi entrevistado para falar no assunto surgirem na mesma hora. 

Agora, vejam, caros leitores: o PMDB tem um calo que é a Saúde. É natural que os tucanos - que são rivais políticos - aproveitem para fazer o contraponto. Ou os tucanos já assumiram que não são tão rivais assim?

Outra coisa que eu escrevi foi a seguinte: 

“O ex-governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), já trabalha como candidato ao Senado Federal e - sem mandato eletivo - usa as armas que tem.  O guia eleitoral do partido é um bom exemplo disso. E para bom entendedor, meia palavra basta.

O PSDB de Alagoas poderia ter focado no prefeito de Maceió, Rui Palmeira, por dois motivos: 1) é a gestão atual de um virtual candidato ao governo do Estado de Alagoas; 2) daria visibilidade a um nome que declaradamente é oposição ao governo do Estado de Alagoas e capitaneia um grupo que quer ver a sua candidatura ao governo. Não o fez”. 

Não disse jamais que o guia eleitoral foi monopolizado por Vilela em todas as inserções, mas que agora - diante da proximidade da eleição - houve o resgate dos feitos de sua gestão e de sua imagem, trazendo o óbvio: já se porta como um pré-candidato. É legítimo do jogo. Fiz apenas uma constatação. 

Em todo caso, a assessoria do ex-governador entrou em contato comigo e esclarece - o que também é justo que faça - que o prefeito Rui Palmeira (PSDB) apareceu no guia em passado recente. Já havia sido definido que Palmeira utilizaria os meses de maio, junho e agosto e Vilela setembro e outubro, como ocorreu. A assessoria destaca que Rui Palmeira foi quem mais utilizou o guia dos tucanos em Alagoas. E isso é verdade! 

Estou no twitter: @lulavilar