477edf09 a2b8 4590 b37a e4f5961ccac9

 

O Instituto Raízes de Áfricas com o apoio da Secretaria de Estado da Ressocialização e Inserção Social realiza na sexta-feira (06) o primeiro Sarau Pretas Poesias por trás das Grades,  com  reeducandas do presídio Santa Luzia, em Maceió,AL.

A ação surge solução de continuidade das ações que o Instituto Raízes de Áfricas realiza no Presídio Santa Luzia buscando ressignificar auto-estima, espaços identitários, de pertencimento e estereótipos sobre  mulheres privadas de liberdade.

Segundo, a coordenadora do Instituto, Arísia Barros: “A poesia é uma das formas estratégicas de lutar contra o escravismo contemporâneo. A poesia tem o poder de falar a alma e libertar angústias, e esse  é o objetivo fundamental criar possibilidades de diálogos com os silêncios da prisão”.

Marcos Sério Freitas, secretário de Ressocialização afirma que: “O  Governo do Estado de Alagoas acolhe as iniciativas inclusivas do Instituto Raízes de Áfricas que vem somar para que espaços segregados  discutam a opressão da raça,  gênero e orientação sexual.

O  primeiro Sarau Pretas Poesias por trás das Grades,acontece na sexta-feira, 06/10, no Presídio Santa Luzia e conta com a participação de artistas da palavra e da música.