2f43fdc0 b7ef 4d12 a9ac 62f0e53aa5ed

   

        Muito já conversamos acerca de relacionamentos abusivos e suas dolorosas maneiras.

         Compreende-se por relacionamento abusivo todo aquele que sufoca, machuca maltrata, trai, engana, controla, persegue. Também tem as suas maneiras sutis e quase sempre imperceptíveis que vem fantasiadas de "amor excessivo". Justificadas pelo sentimento exacerbado, ele nos humilha e nos mantém refém de uma sucessão de eventos adoecedores.

         O fato é que um relacionamento ruim é capaz de nos causar marcas para o resto das nossas vidas. Doloridas feridas, crônicas e difíceis de cicatrizar.

        Os abusadores - pessoas tóxicas e parasitas de sentimentos alheios - quase sempre nos deixam com a sensação de que tudo está perdido ao saírem de nossas vidas e fazem isso com o único propósito: a manutenção do nosso sofrimento que é o que os nutrem.

       Mas sempre há um recomeço. Uma saída limpa e o caminho para um amor sereno. Basta que não estejamos acomodados a dor.

           Há vida após o abuso e ela é toda nossa, prontinha para ser reescrita e vivida. Nós podemos e merecemos.