ABN/Arquivo E49f2c66 efee 4081 94ef 97fc3eecf1e9 Ministro Marx Beltrão

De acordo com reportagem do Estadão, o ministro do Turismo, Marx Beltrão (PMDB) já está de malas prontas para se filiar ao PSD e assim adotar uma estratégia diferente para sua candidatura ao Senado Federal. 

Vale lembrar que, em passado recente, o PMDB do senador Renan Calheiros - que é candidato à reeleição - emitiu nota oficial dizendo que Marx Beltrão teria a legenda para a candidatura, em uma dobradinha. 

Na prática, Marx Beltrão seria no máximo um “segundo nome” do partido, já que toda a estrutura do PMDB em Alagoas tem duas prioridades claras: a reeleição do governador Renan Filho e o retorno de Renan Calheiros ao Senado Federal. 

Beltrão é - no papel! - um aliado dos Calheiros, mas vem mantendo diálogos com o grupo opositor. Tem uma aproximação com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella (PR) e com o grupo do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), que é tido com o principal rival político de Renan Filho. 

Segundo o Estadão, a mudança de partido de Beltrão já tem o aval do ministro Gilberto Kassab. Em Alagoas, Beltrão comanda os destinos do PSD desde a eleição passada, quando o partido fez parte da coligação que elegeu Renan Filho ao governo do Estado. Logo, não há surpresa. 

Agora, é só aguardar a janela para mudanças partidárias. Com um partido em mãos - caso ocorra mesmo a troca - Beltrão terá maior liberdade para discutir seu destino político e formar até seu próprio grupo. 

Do lado opositor, Rui Palmeira (PSDB) também pode deixar o “ninho tucano” e ir para o Democratas, em função de uma possível aliança entre o ex-governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e Renan Calheiros (PMDB). 

O grupo político de Rui quer que ele dispute o governo do Estado, mas o prefeito ainda mantém silêncio quanto ao seu futuro. Do lado dele estão Maurício Quintella, o senador Benedito de Lira (PP) e outros partidos, como o PROS e o  Democratas. O PDT deve deixar a base de Rui Palmeira e ingressar de vez no bloco de Renan Filho, como já dito nesse blog. 

Estou no twitter: @lulavilar