Cortesia 836d5f8f 54e1 4a05 9b2b 30521229be33

Depois que internautas denunciaram o abandono, em um terreno baldio no bairro Santa Amélia, de um ônibus adquirido com recursos próprios da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), o veículo foi retirado do local e levado para um estacionamento particular, no Tabuleiro do Martins.

Em contato com a Labafero, um internauta relatou que a bateria do ônibus foi furtada e o elevador para acessibilidade de cadeirantes foi destruído pelo vandalismo e pela ação do tempo.

Depois da repercussão, o ônibus pago com recursos dos associados e que quase virou sucata, voltou a circular no sábado, 30, transportando oito associados para a edição do Praia Acessível, na capital.

Quem conhece o veículo, conta que ele poderia ser bem melhor aproveitado, promovendo atividades da instituição e dando suporte aos atletas, por exemplo.

Para completar, lembra o denunciante: é preciso ficar de olho no uso do transporte em 2018, já que ainda é possível ver – no ônibus - partes de adesivos de um candidato a vereador no pleito eleitoral passado.