TV Câmara 0335efb4 9535 430a 8759 0a915f22b5af Ronaldo Lessa, deputado federal PDT/AL

O PDT do deputado federal Ronaldo Lessa ainda faz parte da base aliada do prefeito Rui Palmeira (PSDB). Na última reunião que o partido promoveu, se pediu uma autorização para conversar com o governador Renan Filho (PMDB) e assim firmar uma possível aliança. 

Todavia, para o PDT desembarcar no Palácio República dos Palmares é só uma questão de tempo. 

Para o governador já é martelo batido. Pelo visto, os diálogos avançaram, mesmo havendo gente no PDT que não queria deixar a Prefeitura de Maceió, como por exemplo, o secretário Daniel Melo. 

Lessa chegará ao Palácio República dos Palmares e indicará espaços a serem ocupados, obviamente. Com isso, já define seu futuro político: será candidato a deputado federal. Não há outro espaço para Lessa dentro do grupo capitaneado pelo PMDB. 

Renan Filho ganha com isso um “parceiro” que tem densidade eleitoral e tempo de televisão na futura coligação. Além disso, vai deixando Rui Palmeira mais isolado diante de possíveis pretensões de disputar o governo estadual. 

O chefe do Executivo estadual tratou Lessa como uma referecia política em todo o país. “Fico feliz com o PDT reforçando o governo e que ele fique mais próximo, que valorize mais o cidadão, o servidor público e que tenha mais força em Brasília, já que Lessa é coordenador da bancada federal”. Esta foi a frase de Renan Filho. 

Como ficarão os espaços de Lessa na administração municipal? É algo que também já é discutido na prefeito. Há membros do PDT que trabalham para ficar nos cargos, dentre os quais Olívia Tenório, que é filha do deputado estadual Francisco Tenório. 

Rui Palmeira - em todo caso - terá que trabalhar uma recomposição do governo, nesse jogo de xadrez. 

Por falar em Palmeira, o silêncio do prefeito em relação ao seu futuro político, tem feito outros nomes da oposição se movimentarem. Um deles é o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa (PR). 

Quintella já teve conversas com o deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB). O ponto-chave é ter um grupo consolidado que pode ser encabeçado por Palmeira ou não. Mas, na visão de Quintella, a oposição precisa colocar o bloco na rua o quanto antes. É o que apontam os bastidores…

Estou no twitter: @lulavilar