Divulgação 3e1b30e5 9885 46a5 a15e 4e5ec95b9c54

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta quinta-feira, 28, três lotes do medicamento Astro após detectar um erro de validade impressa na embalagem do remédio.

A suspensão vale para os lotes: 441819ª, 441996ª, 441996B do Astro (1500 mg), pó para suspensão oral.

O caso foi comunicado pela própria Eurofarma Laboratórios, fabricante do produto. O problema é que a embalagem do medicamento trazia uma data de validade única para o medicamento e o diluente, sendo que o prazo de validade do diluente é diferente.

 O caso é considerado de baixo risco e a  suspensão está na resolução RE 2.541/2017 publicada no Diário Oficial da União.

O Astro (azitromicina di-hidratada) pó para suspensão oral é indicado no tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis à azitromicina; em infecções do trato respiratório inferior (brônquios e pulmões) e superior (nariz, faringe, laringe e traqueia), incluindo sinusite faringite ou amigdalite, em otite e nas doenças sexualmente transmissíveis não complicadas no homem e na mulher, devido à clamídia e gonorreia. É também indicado no tratamento de cancro (lesão de pele).

O consumidor que identificar na embalagem do medicamento as numerações dos referidos lotes, devem entrar em contato com o SAC da Eurofarma, através do telefone 0800-704-3876, para receber informações de como proceder.

Os lotes suspensos serão recolhidos pelo fabricante. Os demais lotes do produto podem ser utilizados normalmente.