Ascom/ALE/Arquivo 4437824d 3b00 410c 950f 3ec8df29530e Deputado Rodrigo Cunha

Recorrente no plenário da Assembleia Legislativa, a precária situação das delegacias alagoanas foi tema do pronunciamento do deputado Rodrigo Cunha (PSDB) durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 27. O parlamentar contou que, após realizar diversas visitas nas delegacias da capital e do interior, constatou que os problemas como a falta de estrutura, a superlotação e a desvalorização dos agentes de polícia, persistem. “A situação é realmente negativa. E não só para quem está preso, mas principalmente para os funcionários que têm que prestar o serviço público de segurança”, observou Cunha.

O deputado informou que visitou delegacias em Maceió, Mata Grande, Porto Calvo e União dos Palmares, bem como as duas Delegacias da Mulher da capital e a de Arapiraca. Com relação às delegacias especializadas, o problema que persiste é quanto a questão do atendimento, uma vez que só funcionam de segunda a quinta-feira.

“Quero me ater às condições estruturais e sanitárias da delegacia da cidade de União dos Palmares”, disse Rodrigo Cunha “Ao entrar na delegacia percebi facilmente o xadrez, que deveria comportar 10 pessoas, mas continha mais de 30 detentos, porque a metade da delegacia já estava interditada pelos próprios funcionários”, contou o parlamentar, acrescentando que a Defensoria Pública já ingressou com pedido de interdição do local, devido às condições insalubres as quais estavam sendo submetidos os presos e servidores da Polícia Civil. “Muitos adoecem devido às más condições sanitárias. Os presos precisam fazer suas necessidades fisiológicas se utilizando de um balde dentro da cela”, contou o deputado.

Em aparte, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), que é líder do Governo na Casa, contou que o Executivo vem empreendendo ações que visam melhorar as condições dos presídios e delegacias do Estado e que, em julho, o governador Renan Filho assinou ordem de serviço para a construção e reforma de delegacias em Maceió e interior. “Então, gradativamente, o Governo vem recuperando essas instituições que são tão importantes para a segurança pública. No tocante a delegacia da Mulher, faço coro com vossa excelência para que as mesmas funcionem também aos fins de semana”, declarou Medeiros.

Também em aparte, a deputada Jó Pereira (PMDB) destacou a relevância do tema e ressaltou a necessidade de maior investimento no capital humano. “Isso significa também proporcionar a essas estruturas já existentes um rol de profissionais necessários ao atendimento da mulher vítima de violência. A rede de proteção à mulher ainda é muito frágil e precisamos centrar esforços nesse sentido”, reforçou a parlamentar.