Foto: Jonathan Lins C707380b 8378 4379 b8cf 1f7392b9f721 Estádio Rei Pelé

Tentaram interditar o Estádio Rei Pelé, mas dessa vez não foi nenhuma entidade ou órgão com competência legal para tanto, foi um "zum zum zum" que volta e meia reaparece, de onde? "Boa pergunta"! 

Sobre a boataria criada de forma inconsequente que preocupou muita gente séria, alardeando que o Estádio estaria interditado... prejudica, principalmente, o esporte e os clubes com mando de campo no Trapichão, ao afastarem os torcedores do Estádio por gerarem questionamentos sobre sua segurança e assim afetarem suas receitas com os jogos. Sobre o assunto:

1. Na atual gestão o Estádio não sofreu nenhuma interdição, mesmo tendo iniciado com uma Ação Civil Pública que objetivava a interdição já em curso (a Ação foi suspensa ainda em 2015 em virtude dos itens que a motivaram terem sido sanados de forma célere). Nos primeiros dias de governo um setor que compreende apenas 4% da área das arquibancadas foi isolado, fruto dos anos anteriores de descuido, mas foi devidamente recuperado, com serviço de elevada qualidade - ainda assim, à época, não afetou o uso do Estádio para jogos com a presença do público. 

2. Para que um Estádio de futebol sedie partidas oficiais e receba grandes públicos é necessário que ele possua quatro Laudos: de engenharia emitido por profissional registrado no CREA, da Vigilância Sanitária, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar; que precisam ser renovados periodicamente.

3. A Confederação Brasileira de Futebol-CBF não interdita estádios de futebol, ela autoriza ou não que jogos oficiais sob a sua responsabilidade ocorram num determinado Estádio e se será com portões abertos ou fechados. 

4. Desde janeiro de 2015, início da atual gestão, já foram vivenciadas quase 20 renovações de Laudos, ou seja, este procedimento faz parte do cotidiano do Estádio e são iniciados com muita antecedência do vencimento do mesmo. Quando ocorrem situações atípicas, os servidores desenvolvem alternativas de resolução com cronograma.

5. O Estádio Rei Pelé é um patrimônio do povo alagoano, usá-lo para tentar gerar desgaste político para um governo é a demonstração de descompromisso com Alagoas.

6. Mais uma experiência de renovação foi concluída com sucesso, dentro do esperando! Da mesma forma que surgiu o "zum zum zum" negativo, estamos aguardando o positivo!

Que o Rei Pelé lote para mandar vibrações positivas para os Clubes alagoanos.
CRB, pra cima deles!!!
CSA, rumo à Série B!!!
Futebol alagoano em festa!!!


Para informações oficiais, entrar em contato com o órgão responsável pelo Estádio Rei Pelé: Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude-SELAJ (3315.2802) / (98884.6899).