Foto: Secom/SMTT Maceió B8919354 5dd3 4872 b4be c4c500348f2c Fiscalização Eletrônica em Maceió

A instalação de pardais eletrônicos em Maceió é uma necessidade cotidiana para melhorar o trânsito caótica - a cada dia - na capital alagoana.

Enquanto alguns políticos criticam a medida adotada pela gestão do prefeito Rui Palmeira (PSDB), ressalte-se que cerca de 53% foi o número de acidentes reduzidos - em Maceió - onde há a fiscalização eletrônica e em comparação ao primeiro semestre de 2016, segundo levantamento realizado pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). 

Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio do estudo global publicado mundialmente e intitulado “Gestão da Velocidade: Um Manual de Segurança Viária para Gestores e Profissionais da Área”, desde 2008 recomenda o uso de dispositivos eletrônicos para aumentar a segurança viária e reduzir acidentes.  

Leia mais aqui: Para reduzir acidentes, Organização Mundial da Saúde (OMS) incentiva uso de “pardais”

Portanto, querer retirar os pardais, onde muitos enxergam apenas como uma forma de arrecadação de multas, é bom, antes de tudo, o motorista também se educar no trânsito.

Os pardais, de certa forma, inibem aqueles motoristas que – muitas vezes - pensam que estão em rodovias com velocidades superiores ao que deve ser nos centros urbanos.  

Motoqueiros 

Contudo, outro fator que se deve analisar também é a questão das motos em meio aos veículos sem que haja uma punição.

Nas principais avenidas de Maceió, a exemplo da Fernandes Lima, por exemplo, é impressionante vê manobras realizadas pelos motoqueiros. Esses são - em sua maioria - causadores dos acidentes de trânsito pela "pressa" em ultrapassar os veículos.

É preciso, sem dúvidas, uma ação dos órgãos de trânsito local para coibir tantas barbáries nas ruas de Maceió. Já os motoqueiros devem sim seguir o determina às leis de trânsito e sem fazer ultrapassagens pelas laterais dos veículos -  causando, inclusive, até atropelamentos.

Por fim, eis que a realidade do trânsito - muitas vezes trágicas - é observada todos os dias nas ruas. 

Que a SMTT sirva para educar e orientar. Não é apenas multar sem corrigir o erro!

Redes Sociais: Kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com