89854770 7e6e 4e41 a003 3f51607e8c59

Homossexuais que não tinha espaço no mercado de trabalho vestiam-se do sexo oposto para atuar em papéis originalmente femininos, desde então nasceu o termo que é usado até hoje Drag Queen.

Mesmo tendo o propósito cultural a sociedade daquela época não aceitava as Drags Queens,sem nenhuma lei contra isso,eram presos por sodomia e prostituição.

Só em 1880 as Drags Queens começaram a ser aceitas no meio teatral, muito, mais ainda que as mulheres.

Existem  mais de 10 tipos de Drags Queens,em meio a essa diversidade existem 11 mais comuns listados pelo site americano QUEERTY .

O Faux Queen que significa em português rainha falsa, as Androgyny,ou Genderfuck que são artistas que utilizam fatores de ambos os sexos na formação de seus personagens.As Drag Fish são as que se montam como mulheres autênticas.

No Brasil as Drag Queens ganharam destaque em toda a mídia e em entrevista com Artista Rubinho Ramos que trabalha como Drag Queen há 10 anos vive a drag Rebeca Bic Mac pergunto como é  viver  uma Drag Queen?

Rubinho responde: Que incorpora um palhaço na versão feminina, que o exagero da mulher, o perfume feminino, os saltos 15 plataforma fazem bem- diz ele. Fala com afinco que durante o dia é menino e que nas horas vagas se encontra com esse personagem que eleva o seu ego, enfim imagina-se um artista com fama internacional.com alegria no rosto. Acrescenta  que: Por onde passo vejo  as pessoas querendo tirar fotos comigo. A simplicidade de um artista está em seu caráter e atitude e como Drag Queen sente-se bem nessa profissão que exerce. Entretanto, confessa que é muito difícil fazer show em ambiente Gay, pois o público é muito exigente, nem tudo agrada, diferente de um ambiente hétero, onde as pessoas elogiam elevando assim a sua alto-estima ,diz ainda que as Drags Queens passam por momentos de desvalorização,pois as pessoas não têm noção do quanto é caro manter um personagem de bom gosto ,tudo custa muito caro como : Maquiagem,perucas ,botas ,saltos ,tecidos e inúmeros acessórios.

Diz que em cada festa e evento não usa a mesma produção, que sua preocupação é sempre fazer o melhor pra dar qualidade a Drag Queen que ele vive .