Foto: Google maps 61c8b9fb 8425 400f ba95 4fe0c6ad0cae Avenida Antônio Gomes de Barros, a antiga Amélia Rosa, na Jatiúca

Não é a primeira vez que escrevo sobre os constantes problemas de trânsito ocorridos na avenida Antônio Gomes de Barros, a antiga Amélia Rosa, na Jatiúca.

A ausência da Superitendência Municipal de Transporte e Trânsito de Maceió (SMTT), ou de sinais e placas para orientar motoristas, faz com que os prejudicados sejam os pedestres que caminham pelas ruas da região.  

Em várias esquinas da avenida e, principalmente, nas que ficam próximas ao Shopping Maceió, a exemplo da Rua Artagnan Martins Reis, o difícil é saber quem está correto.

Apesar da maiorias das ruas serem dois sentidos, ou seja, mãos duplas, a confusão se dá por conta dos motoristas que - ainda impacientes - não respeitam o trânsito. 

Segundo os moradores, em horários de "picos" e, no final da tarde, o fluxo de veículos aumenta consideravelmente. A ausência de placas de sinalizações também é um problema que prejudica o tráfego de pessoas e veículos. As ruas esburacadas, no entanto, nem se fala.  

Todavia, devido ao número lojas comerciais na avenida Antônio Gomes de Barros (Amélia Rosa), a quantidade de carros que circulam no entorno é grande e aumentou consideravelmente nos últimos anos. Com isso, os cruzamentos também ficam intransitáveis por conta do fechamento por parte de alguns motoristas. 

Para isso, o Código Trânsito Brasileiro (CTB) preconiza que veículos fechando cruzamentos e impedindo a fluidez no trânsito constitui infração gravíssima. O não cumprimento dessa regra acarreta uma multa de R$191,54 e sete pontos na CNH.  

Sinal ou contorno de quadra 

A ideia para alguns comerciantes seria colocar sinais e/ou a SMTT fazer um estudo para que cada rua transversal tenha um único sentido, ao invés de dois trajetos (indo e voltando), como o da rua Artagnan Martins Reis em direção ao Stella Maris. 

"Acredito que nesse ponto das ruas Amélia Rosa com a Artagnan Martins o melhor seria colocar uma sinal de quatro tempos. Ajudaria bastante o trânsito e até os pedestres que precisam atravessar nos quatro sentidos. É preciso fiscalizar, orientar e fazer o trânsito fluir melhor para todos", comentou um comerciante que não quis se idenificar. 

Contudo, já que a SMTT é responsável pelo planejamento, gerenciamento e operação do trânsito, fiscalização, sinalização e, além do estudo e planejamento, é preciso colocar em prática o que - de fato -  é função principal do orgão.

Não sou contra pardais, Zona Azul ou qualquer implementação de fiscalização que busca melhorar o trânsito da cidade, porém, desde que haja - como forma educativa - orientação por partes dos agentes, antes de sair multando estouvadamente. 

Que a SMTT Maceió esteja atenta aos pedidos dos moradores da avenida Antônio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa).

O blog apenas transmite a mensagem passada, solicitada, reclamada e publicada - mais uma vez - para ajudar a melhorar o trânsito de Maceió. 

Bom domingo! Boa semana!

Vida Que Segue.  

Redes Sociais: kleversonlevy  

Email: kleversonlevy@gmail.com