Df47ca92 f056 4ca4 b6fc 3420c5082275

Em comemoração aos 200 anos de Alagoas, o Governo do Estado, lançou o Mapa do Bicentenário. Disponível para consulta na internet, o material evidencia a dimensão territorial alagoana de forma atualizada e mais detalhada. O mapa, de caráter político-administrativo, é mais uma das ações do Governo em celebração à data histórica.

“O mapa por si só já se explica, de tão detalhado e minucioso que foi feito. Ele aproxima as pessoas de lugares em que elas nunca foram, permitindo que se  viaje, com o dedo e com o imaginário, por todo o Estado, de uma forma rápida e lúdica. O trunfo é aproximar grandes dimensões e proporcionar o entendimento delas por meio de uma unidade visual”, explica o supervisor de Dados e Análise Geográfica da Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), Klebson da Silva.

De acordo com o superintendente da Sinc, Thiago Ávila, na nova edição, a população pode conferir a atualização da divisão política e acompanhar as mudanças que ocorreram na estimativa populacional do Estado. Segundo ele, o mapa foi elaborado de forma a evidenciar ainda mais a dimensão territorial de Alagoas com riqueza de detalhes.

“Além de ser uma homenagem aos 200 anos do Estado, esse material tem um significado muito especial porque é um elemento visual que representa a unidade de Alagoas, que contempla a integração de suas cidades, apresentando a proximidade dos municípios através de seus limites”, afirma.

Para o superintendente, o principal intuito da ferramenta é contribuir com a educação do Estado por meio de professores e estudantes que vão utilizar o mapa como material de consulta.

“Na edição anterior, distribuímos mais de quatro mil exemplares para empresas, órgãos, gestores públicos, empresariais, escolas, entre outros. É uma ferramenta que atende a toda a população alagoana, mas o principal público que precisa entrar em contato com ela são as nossas crianças, nossos estudantes, assim eles vão poder compreender Alagoas como ela é e, a partir disso, desenvolver seus aprendizados com mais precisão”, pontua Ávila.

Para ter acesso a este e outros mapas do Estado, basta acessar o Portal do Bicentenário.