D28568bd 09c1 44a0 9a88 838aee60dc83

O Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) realizam, nesta quarta-feira (13), uma audiência pública para incentivar empresas a aderirem à coleta seletiva. Estarão presentes as maiores empresas geradoras de resíduos recicláveis de Maceió. O intuito é que haja uma parceria com as cooperativas de resíduos sólidos recicláveis. O evento começa às 9 horas, na sede do Sebrae/AL.

O objetivo é que, com a ação, o número de descarte irregular diminua e que sejam gerados mais empregos e renda nas cooperativas. Na oportunidade, as instituições e cooperativas tratarão acerca da coleta seletiva e da responsabilidade compartilhada, com base na Lei nº 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A Braskem e o Sebrae colaboram, junto ao MPT e à Slum, para a realização da audiência pública, pois desempenham uma atividade paralela às cooperativas, dando suporte tecnológico para a melhoria do desempenho de suas atividades.

Coleta seletiva em Maceió

Em maio deste ano, a Prefeitura de Maceió contratou quatro cooperativas de recicladores para realizar a coleta seletiva porta a porta na cidade. Nesse primeiro momento, são atendidos os bairros de Cruz das Almas, Pontal, Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Benedito Bentes, Serraria, Antares e Jacarecica. Inicialmente, a ação vai contemplar 16 mil residências, mas o objetivo é ampliar para 60 mil nos próximos anos.

Roteiro das cooperativas

A Cooplum, a Coopvila, a Cooprel do Benedito Bentes e a Cooprel da Serraria foram as contratadas.

Confira abaixo as cooperativas e os bairros atendidos:

Cooplum: Jacarecica, Cruz das Almas, Mangabeiras, Jatiúca e Ponta Verde (até a Sandoval Arroxelas);

Coopvila: Ponta Verde (a partir das Sandoval Arrochelas), Pajuçara e Pontal;

Cooprel do Benedito Bentes: todo o complexo do Benedito Bentes;

Cooprel da Serraria: Serraria, Antares e Jardim Petrópolis.