Crédito: Ascom Diteal Bade38fc b389 4293 a460 e5499e2a155a Grupo Malacada

Nesta quinta-feira (14) vai ter muito samba com boas pitadas de regionalismo no palco do Teatro Deodoro no show Influências do Grupo Malacada, que pela primeira vez faz todo o repertório com trabalho autoral. Os músicos Cristiano Felix (percussão geral), Gustavo Rolo (voz e violão), Nielson Ribeiro (percussão geral), Salomão Miranda (cavaquinho) e Sirleide Silva (voz) sobem ao palco do Teatro, às 19h30, no projeto Quinta no Arena. O ingresso custa R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 a meia entrada e pode ser comprado na bilheteria do Teatro Deodoro, a partir das 14h.

 

O show apresenta canções do CD, que dá nome à apresentação. Influências traz arranjos de Felipe Burgos e composições de Gustavo Rolo e Salomão Miranda (integrantes do Malacada), Juliana Barbosa (ex-Malacada), Chico Torres, Milton Rosendo e Vítor Pirralho. “Os arranjos de Felipe Burgos trazem a batucada, com os diversos matizes de timbres das percussões variadas de Cristiano Felix e Nielson Ribeiro, desde o pandeiro e o surdo, passando pela cuíca e pelo repique de anel, mas também o arranjador, que é de Palmeira dos Índios, se esmera em delicados encadeamentos harmônicos e melódicos, num diálogo entre o violão de Gustavo Rolo e o cavaquinho de Salomão Miranda. Tudo arquitetado com esmero para a interpretação de Sirleide Silva, vencedora do prêmio de Melhor Intérprete do Festival de Música da Ufal 2015,” explica o grupo.

Como o próprio nome diz, Influências apresenta uma mescla de ritmos traduzindo bem o universo dos músicos envolvidos.  O samba se mistura com o chorinho, com o funk, com a batucada africana, rock, RAP, que é o caso da “Culinárica” Samba, Cozinha e Quintal, de Vítor Pirralho. Há ainda a representatividade forte do Nordeste com o  baião Concerto (Gustavo Rolo) e no frevo-canção presente na romântica e enigmática Anjo Negro (Salomão Miranda). A cultura alagoana está presente com Juliana Barbosa, que se inspirou em uma história real para compor Carraspana, uma aventura entre um amigo e a ardilosa cachaça na cidade de Viçosa.


As composições também falam de influências políticas como o samba-protesto Tá Difícil, de (Gustavo Rolo), e o samba-exaltação No Mais, de Salomão Miranda, música vencedora do Festival de Música da Universidade Federal de Alagoas, Femufal, 2015. Na música que dá título ao show, de Salomão Miranda, e no samba-bossa Pra Fazer um Samba, de Chico Torres, desfilam nomes como Paulinho da Viola, Jorge Aragão, Marcelo Camelo, Noel Rosa, Drummond, Cartola, Nelson Cavaquinho, João Nogueira.

 

Serviço:

 

Projeto Quinta no Arena – Show Influências, do Grupo Malacada.

Quando – Quinta-feira (14/9), às 19h30.

Onde – Teatro de Arena Sérgio Cardoso, vizinho ao Deodoro, Centro de Maceió.

Ingresso - R$ 20,00 inteira e R$ 10,00 a meia entrada e pode ser comprado na bilheteria do Teatro Deodoro, a partir das 14h.