Foto: Assessoria/Arquivo 4e59aac6 496a 46df 897b fdf147f244be Code

Um guarda civil se apresentou, na noite dessa segunda-feira (11), na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), após ter sido apontado como o autor de um assassinato que ocorreu no último final de semana, no bairro do Benedito Bentes. Além disto, o guarda já era acusado de um homicídio praticado em 2008.

Segundo o delegado Fábio Costa, coordenador da DHC, o guarda identificado como Alexandre Henrique Costa dos Santos é suspeito de atirar contra um jovem que morreu na hora. Quando perguntado sobre a motivação do crime, o delegado disse que inicialmente, não há nenhum motivo aparente.

“Ele apenas estranhou a forma como o jovem estava olhando para ele, sacou a arma e atirou na nuca da vítima”, disse o titular da delegacia.

Fábio Costa também disse que Alexandre chegou acompanhado de um advogado quando foi se apresentar e que, ao fazer uma pesquisa no sistema da polícia, foi constatado que havia um mandado de prisão em aberto contra ele.

“Ele poderia até ser ‘solto’ porque não poderia mais ser preso em flagrante pelo crime do final de semana e ele alegou legítima defesa, mas, quando constatamos o crime de 2008, ele recebeu voz de prisão”, ressaltou o delegado.

Alexandre está no Complexo de Delegacia Especializadas (Code) e deve ser levado para o sistema prisional. O inquérito do crime do final de semana vai ser concluído pelo delegado Bruno Emílio.