Ascom ALE/Arquivo 92c65fc9 9724 43a3 bf15 d04f662bbe19 Rodrigo Cunha

As obras do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (Tics), localizado no bairro de Jaraguá, já consumiu do dinheiro público R$ 17 milhões, mas ainda não se encontra em funcionamento. Quando pronto, irá abrigar empresas de tecnologia, e terá como missão promover o empreendedorismo e a inovação no Estado. Mas enquanto isso, a finalização da obra anda a passos lentos.

O deputado Rodrigo Cunha vem cobrando providencias. Já visitou as obras do Polo, mostrando inclusive que a placa com informações sobre a construção do Polo havia sido retirada, já conversou com profissionais da área e, esta semana, falou em plenário sobre a reunião que teve com o setor, onde discutiu, entre outros assuntos, a reativação do Comitê do Parque Tecnológico e, principalmente, o modelo de gestão que deve ser implantado no Tics.

O parlamentar é presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa, e reuniu empresários do setor tecnológico. "Não priorizar um pólo como esse, que já deveria estar pronto no mínimo há um ano e meio, nos faz ter uma responsabilidade extra", disse Rodrigo Cunha.

Entre os convidados participantes da reunião estava o secretário de Ciência e Tecnologia, Régis Cavalcante. "O secretário foi extremamente solícito, recebeu todas as demandas do setor, mas mais importante do que entregar o prédio, é estabelecer o modelo de gestão a ser implantado e fazer o Polo funcionar de forma positiva para nosso Estado.", disse o parlamentar.