Foto: Agência Alagoas 9fb35f12 ebb3 42b7 bd51 4c0d2079f7a1

As ações integradas da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) para combater o Aedes aegypti continuam neste sábado (26), às 8h, nas imediações do Estádio Rei Pelé, no bairro Trapiche, em Maceió. Em parceria com 80 acadêmicos da Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), serão percorridas residências para orientar a população.

De acordo com o supervisor de endemias da Sesau, Paulo Protásio, as ações foram iniciadas no último fim de semana. “Os alunos serão acompanhados por supervisores de endemia da Sesau e realizarão buscas por focos do mosquito Aedes aegypti, além de realizarem um trabalho de conscientização junto aos moradores do bairro”, explicou.

“O Trapiche possui diversas unidades de saúde, incluindo o HGE [Hospital Geral do Estado], maior hospital público de Alagoas. Por isso, é considerada uma região prioritária no combate ao mosquito, que pode transmitir diversas doenças como dengue, zika e chikungunya”, destacou o agente.

Paulo Protásio ressaltou que o conhecimento é a principal arma contra o mosquito. “Os acadêmicos passam as informações para os moradores, que atuam como multiplicadores de conhecimento. Apenas com o esforço conjunto de toda a sociedade, Alagoas conseguirá vencer esse desafio”, reforçou.