Foto: Amanda Falcão/Cada Minuto Efe4b548 f2f0 47af 9acb 80c0e4991e6d CBTU

A extensão das viagens do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) até a estação de Jaraguá estão previstas para iniciar em setembro deste ano. A informação foi confirmada pelo superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Marcelo Aguiar, durante uma visita, na manhã desta quinta-feira (13) para averiguar a implantação de lixeiras no bairro de Bebedouro.

Segundo o superintendente, devido às chuvas as obras foram suspensas, entretanto, o novo cronograma foi entregue essa semana pela construtora, onde a previsão é que seja finalizada ainda em agosto. Ao todo, cerca de 12 mil pessoas utilizam o VLT.

“Dependendo do clima e a extensão ficando pronta, ela vai passar por um período de uma semana de testes e interação, entregando em vigor”, comentou Marcelo. Além disto, Aguiar também ressaltou que algumas obras já estão prontas, o que está faltando é a parte de sinalização que depende também da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

“Estamos seguindo o mesmo padrão, com a sinalização vertical/horizontal que informa com a luz e sons, através do sensor, quando o trem está passando”, informou o superintendente.

Com relação às regiões que o VLT deve passar, Marcelo informou que no caso de Fernão Velho, o trem não está indo até a Lourenço Albuquerque devido às chuvas que derrubaram uma barreira, mas que há um processo emergencial de contenção e que deve levar 15 dias assim que começar a obra.

“Mas, já adianto que a linha do VLT está contemplando as regiões do Bom Parto, Mutange, Flexal e de Bebedouro a Fernão Velho”, destacou.

Implantação de lixeiras

O superintendente também visitou, nesta manhã, a implantação de lixeiras na região de Bebedouro. A implantação tem o objetivo de conscientizar a população para que seja evitado que joguem lixos nas vias.

De acordo com Aguiar, a implantação das lixeiras foram instaladas em Bebedouro, faltando apenas a pintura. “O lixo e o apedrejamento são constantes, o que causa a suspensão de trens”, ressaltou.

Também estão sendo realizadas ações educacionais nas escolas e bairros sobre a importância dos trens.

"Essa ação é uma forma de coleta conjunta. Os moradores colocam o lixo no local apropriado, nas lixeiras implantadas e logo após o lixo é recolhido”, disse Marcelo.

*estagiária