Luciano Costa/Ascom PC 13794304175441 Delegacia de Pilar

Três homens foram presos e um adolescente apreendido suspeitos pela morte do taxista José Ronaldo da Silva, na última sexta-feira (16). Eles foram presos em uma operação conjunta que contou com a participação de agentes da Delegacia de Pilar e da Delegacia de Homicídios da Capital.

Os mandados de prisão, apreensão e busca domiciliar foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Pilar, Sandro Augusto dos Santos.

Segundo as investigações, José Ronaldo estava desaparecido desde o último dia 11, quando foi atraído até Maceió e assassinado a marteladas por José Quiterio Gois dos Santos e seu sobrinho menor de idade. O crime, segundo a Polícia Civil, aconteceu dentro da casa de Quiterio e logo depois, seu corpo foi deixado dentro de um veículo e abandonado na Cidade Universitária, em Maceió.

Ainda segundo as informações da polícia, o objetivo do crime era roubar os pertences da vítima. Ficou comprovado, que após o homicídio os suspeitos furtaram vários objetos da casa da vítima em Pilar.

Durante as abordagens foram presos José Quiterio, na cidade de Branquinha, onde estava escondido e José Cícero da Silva e Rafael Amaro da Silva por estarem de posse do veículo e pertences da vítima. O adolescente foi apreendido na cidade de Rio Largo e tentou fugir ao avistar a Polícia.