Foto: Ascom SMS 69703be7 2ca8 4931 9d53 ba26d8ba4612

A Gerência de Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vem colocando em prática uma importante medida para prevenir a transmissão vertical – da mãe para o bebê, no momento do parto – do vírus da Hepatite B. Técnicos capacitam profissionais das maternidades para implantação efetiva da testagem rápida pra Hepatite B nas instituições hospitalares conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) em Maceió

Atuando conjuntamente, a técnica responsável pelas ações relacionadas à transmissão vertical do HIV e da Sífilis da SMS, Suely Rodrigues, e a gerente de Prevenção e Controle das ISTs no município, Mardjane Lemos, têm visitado as maternidades de Maceió, sensibilizando, orientando e supervisionando as condições para a implantação do teste rápido para Hepatite B nesses locais.

Essa medida é importante na prevenção da transmissão vertical do vírus da doença, pois sua detecção antes do parto permite a adoção de outros procedimentos, como o uso da vacina e de imunoglobina nas primeiras horas de vida do recém-nascido, impedindo que ele venha a desenvolver a Hepatite Crônica, como ocorre em 90% dos casos em que há a transmissão”, afirma Mardjane Lemos.

Paralelamente, os técnicos Suely Rodrigues e Samuel Delane também vêm realizando capacitações para os profissionais das maternidades, visando a implantação efetiva da testagem rápida pra Hepatite B nas instituições hospitalares conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) em Maceió.

As capacitações já foram realizadas nas maternidades Nossa Senhora da Guia, do Hospital Universitário, do Hospital do Açúcar e Santa Mônica, sendo sempre direcionadas aos profissionais de medicina e enfermagem dessas instituições. Além destas, a maternidade Nossa Senhora de Fátima também já passou por sensibilização e supervisão.