715011db 56ce 415c 9f85 603edc359517 Eveline Dantas celebra fim da prova

Tênis, roupa confortável e muita disposição. Para quem deseja iniciar as corridas de rua, são poucos os itens necessários, embora alguns cuidados sejam importantes para não haver prejuízos. Como em qualquer atividade física, o aspirante deverá consultar um médico para verificar suas condições de saúde antes de iniciar a prática de exercícios.

A advogada Eveline Dantas, 34 anos, arapiraquense, é apaixonada pela modalidade e, com frequência, viaja para participar de corridas em outras cidades de Alagoas e também em outros estados. Ela já correu em Pernambuco, Bahia, Sergipe e Ceará.  “Participo de corridas de rua desde 2013. A princípio, meu interesse pela corrida foi em busca da perda de peso. Hoje, é uma das minhas paixões”, explica.

Para manter-se saudável, ela é disciplinada nos treinos e conta com profissionais da área para auxiliá-la. “Tenho um acompanhamento virtual do coach Fabrizio Borsato e faço trabalho de fortalecimento muscular na Fórmula Academia, além de manter a alimentação com orientação da nutricionista”, afirma.

Nas academias, os corredores buscam espaços adequados e orientações profissionais para correr bem. “A corrida, além de ser uma atividade física, é um evento social que veio para ficar e está arrastando multidões. Pessoas das mais variadas idades e de todos os gêneros estão aderindo cada vez mais à modalidade. Temos, na Fórmula Academia, vários alunos que se dedicam bastante aos treinos de corrida”, explica o coordenador e personal trainer da Fórmula Academia, Christian Andrade.

Eveline participa ainda de um grupo voltado para corridas, o Carcará Arapiraca Running, que conta com dezenas de membros, e auxilia a participação destes em corridas em todo o Brasil. “A corrida mudou desde a minha vida social até alimentação, trazendo muita qualidade de vida e me levando ainda ao triathlon”, frisou.

Sua meta agora é o IronMan de Alagoas, prova de triatlo que acontecerá em agosto, na capital de Alagoas. O desafio envolve 1.900 metros de natação, 90 quilômetros de pedal e 21 quilômetros de corrida.

Outro adepto das corridas de rua é o professor de educação física e personal trainer, José Edinaldo Vitório, 29 anos. Ele corre desde 2014 e, este ano, conquistou o segundo lugar em uma corrida, em Arapiraca. Apaixonado por esportes, ele afirma que corre “sempre que pode e treina duas vezes por semana”.

Edinaldo explica que corridas de ruas são democráticas e acessíveis. “Corrida não exige muito material e companheiros. Você pode correr sozinho. Não precisa de uma dupla, não precisa de uma equipe. É mais a sua força de vontade, disposição, e desejo de auto-superação”, frisa o professor.

O personal trainer frisa ainda que é preciso estar ciente de algumas precauções essenciais: alimentação saudável, treino com as técnicas adequadas, hidratação durante todo o dia e boas horas de sono. “Correr não tem segredo. É fundamental o treino e procurar alguém qualificado que domine a técnica correta. Com o tempo, os resultados no desempenho e na saúde são muito gratificantes”, completa.