Postado em 21/04/2017 às 07:36 por Redação* em Justiça 0

Por falta de provas, jurados absolvem acusados de matar Douglas Vasconcelos




Por Redação*

Foto: Fillipe Lima

José Carlos Oliveira Rocha Júnior prestando depoimento

Depois de dez anos da morte violenta do jovem Douglas de Oliveira Vasconcelos, na noite desta quarta-feira, dia 20, o Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri de Maceió absolveu Clebson Luciano Mota da Silva e José Carlos Oliveira Rocha Júnior da acusação de homicídio. Os jurados acolheram a tese de negativa de autoria.

Informações da assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) revelam que a acusação ficou a cargo do promotor de Justiça José Antônio Malta Marques, que pedia a condenação dos réus por homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. Já a defesa, que sustentou não haver provas contra os acusados, teve à frente o advogado Welton Roberto.

O crime ocorreu no dia 9 de setembro de 2007. O corpo de Douglas foi encontrado quase um mês após o assassinato, próximo à Usina Roçadinho, na cidade de Roteiro, interior de Alagoas.

Leia mais: Caso Douglas: réu nega ter atirado em vítima e diz que acusações são infundadas

*Com Ascom TJ/AL


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.