Postado em 18/03/2017 às 14:18 por em Vanessa Alencar 0

Biu apresenta PL que beneficia mulheres e tenta limpar barra de Temer com elas





Foto: Agência Senado/Arquivo

Senador Benedito de Lira

Um Projeto de Lei de autoria do senador Benedito de Lira (PP) altera a CLT proibindo a discriminação salarial entre homens e mulheres e estipulando multa – correspondente a 12 vezes o salário do contratado – em caso de descumprimento da regra.

Em pronunciamento no Senado na quinta-feira, 16, ele exemplificou a proposta: “Um diretor de patrimônio público ganha um salário cujo símbolo seja R$ 10 mil, aí vem uma mulher, diretora de higiene e limpeza, do mesmo órgão, e ganha R$ 5 mil, R$ 4 mil, R$ 6 mil. Não pode!... Os salários têm que ser iguais”.

O senador aproveitou para tentar defender Michel Temer (PMDB), cujo pronunciamento no Dia Internacional da Mulher foi alvo de várias críticas. Segundo Biu, o presidente não quis dizer que a mulher “só servia para o lar”.

“Ele fez referência a que uma das atribuições que compete à mulher é exatamente cuidar da família. E eu perguntaria: qual é o mal que o presidente cometeu em dizer isso, porque qual é a família que se organiza se não houver a presença da mulher? O que seria a família brasileira do mundo se não houvesse a mulher?”, questionou.

Em outro trecho do discurso, o senador alagoano disse que as mulheres têm ações muito mais relevantes que o homem, porque ela trabalha, cuida da família e da educação dos filhos.

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.