Foto: Arquivo Pessoal 529bcf84 0182 435a a992 610162d63f57 Adenildo Lima

Um escritor alagoano, da cidade de Colônia de Leopoldina é candidato a ocupar a cadeira de número 37 da Academia Brasileira de Letras. Adenildo Lima é graduado em Letras, já lançou quatro livros e disputará, com mais 11 nomes, a cadeira que foi ocupada pelo poeta e teatrólogo Ferreira Gullar.

Adenildo tem quatro livros lançados: “O copo e a água” (2009); "Lobisomem pós-moderno" (2012); "A parteira" (2013) e "O mundo de Vinícius" de 2015. Além de formado em Letras, ele tem outros diplomas e é especialista em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona, na Espanha. Atualmente o escritor reside em São Paulo, onde tem construído uma carreira acadêmica de destaque.

A eleição para eleger o novo ocupante da cadeira 37 da ABL acontecerá nesta quinta-feira, 9, a partir das 16h, no estado do Rio de Janeiro. 12 candidatos concorrem à sucessão e será eleito o que conseguir a maioria absoluta de votos.

São eles: Arno Wehling, Antonio Cícero Correia Lima, Felisbelo da Silva, Antonio Campos, Batista D’Obaluayê, Rossini Corrêa, Antonio Martins de Araújo, Adenildo de Lima, José Roberto Guedes de Oliveira, Diego Mendes Sousa, Luisinha Dias de Valois Santos e Eloi Angelos Ghio D’Aracosia.

De acordo com o estatuto da ABL, para se candidatar a uma vaga para Membro da Academia, é preciso ter publicado obras de reconhecido mérito, que sejam literárias, ou não.