Postado em 07/03/2017 às 14:23 por Bene Barbosa em Bene Barbosa 0

Vermont é o estado mais seguro dos EUA e lá até jovens de 16 anos podem portar armas




Por Bene Barbosa

Sempre que se fala em armas e Estados Unidos nos vem à cabeça o estado do Texas. Homens bigodudos, com seus chapelões, bicudas botas, com sotaque de John Wayne, cara de poucos amigos e com seus coldres ostentando reluzentes revólveres. Sem dúvidas os velhos filmes de bang-bang e outras tantas produções tiveram forte influência nessa estereotipação do Texano, mas também não é difícil se chegar à conclusão de que muito disso advém dos sistemáticos ataques dos desarmamentistas que sempre usaram o Texas como exemplo ruim de liberação das armas de fogo. Não, o estado da estrela solitária não se transformou no inferno por conta das armas, tão pouco no paraíso terrestre que alguns acreditam. De acordo com dados oficiais ele figurava em 2016 como o 15 estado mais violento daquele país, mas isso se deve às poucas restrições para a compra e porte de armas de fogo? Não, não se deve! Prova disso é o silêncio sepulcral sobre o estado de Vermont.

O pequeno estado de Vermont fica localizado na região da Nova Inglaterra é o segundo estado menos populoso dos Estados Unidos com aproximadamente 630 mil habitantes. Ao norte faz fronteira com a província canadense de Quebec e figura como o estado mais rural da América.

O que não se fala sobre Vermont é que é o estado que possui o menor número de leis restritivas sobre armas de fogo. Lá o governo não precisa autorizar que você compre uma arma, basta passar pelo “background check”, ou seja, a checagem de antecedentes, que é uma lei federal. Não há limites de quantidades de armas que um cidadão pode ter, nem de munição, as armas não são registradas e o porte é liberado sem a necessidade de autorização prévia para qualquer cidadão sem antecedentes com 16 anos ou mais. Sim, é isso mesmo, um garoto de 16 anos pode entrar em uma loja de armas, comprar uma pistola .45 ACP ou um fuzil 5,56mm (aquele que no Brasil é quase de uso exclusivo dos bandidos) e andar livremente com suas armas. Os únicos locais onde o porte não é permitido sem autorização são nas escolas, ônibus escolares, tribunais e prédios do governo federal.

Agora o mais importante é o resultado dessa “irresponsável” política armamentista: durante vários anos consecutivos, incluindo 2016, foi considerado – e é! - o estado mais seguro do país contando com baixíssimas taxas criminais. Nos últimos 5 anos houve uma média de apenas 10 homicídios perfazendo uma taxa de apenas 1,6 homicídios por 100 mil habitantes. Para se ter uma ideia, a taxa é apenas 0,6 maior que a do desarmado Reino Unido e 50% menor que a taxa média europeia de homicídios.

É, eu sei, mesmo para mim, imaginar um garoto ou garota de 16 anos andando livremente armado soa um tanto estranho, mas o que importa aqui são os fatos e principal é que leis mesmo absolutamente liberais não são responsáveis por um alto número de homicídios e, ao contrário, leis como as do Brasil não garantem a redução de homicídios e mais uma prova disso é ver o recente caso de Pernambuco que somou a inimaginável quantia de 1.000 assassinatos em apenas 65 dias deste ano, sendo que o governador Paulo Câmara é grande entusiasta das campanhas de desarmamento e o estado foi em 2015 o quarto mais participativo em tais fraudulentas campanhas.

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.