Postado em 03/02/2017 às 16:47 por Bene Barbosa em Bene Barbosa 0

Porte de armas liberados para deficientes mentais americanos? Culpa do TRUMP? FAKE NEWS ALERT!




Por Bene Barbosa

O jornal O Globo publicou ontem, dia 2, a seguinte matéria: EUA - Câmara derruba norma contra porte de armas a deficientes mentais”. Para qualquer leitor desavisado, só o título já poderia soar como um absurdo total e realmente seria se não fosse... Mentira! Fake News!

Primeiramente, os jornalistas brasileiros, em sua grande maioria, precisam imediatamente aprender a diferença entre portar e comprar armas, ou seja, em poder andar armado e possuir armas em sua casa, pois a tal norma, imposta por Obama nos minutos finais do seu péssimo governo, tratava da compra de armas, da posse e não do porte.

A norma do ex-presidente Obama, desarmamentista tão ferrenho quanto fracassado nesse objetivo, definia que pessoas que estivessem impossibilitados de gerir o seu Seguro Social ou o recebendo por afastamento do serviço por conta de algum problema de saúde mental, estaria proibido de comprar e manter armas em seu poder. Uma grande associação que estuda doenças mentais afirmou que tal norma era infundada e discriminatória pois alguém impossibilitado de gerir seu dinheiro não significa de forma nenhuma que ela é uma ameaça para outros e, portanto, não precisa ser privada de uma garantia constitucional.

Vejamos dois exemplos: No primeiro um grande colecionador de armas, com, sei lá, 200 armas, sofreu um acidente grave e impossibilitado de gerir seu próprio cheque do Seguro Social passou essa responsabilidade para um terceiro, seu pai, por exemplo. Pois bem, pela norma do ex-presidente toda sua coleção poderia ser confiscada. Ou ainda, alguém que acometido de agorafobia, que é medo irracional de espaços abertos ou multidões, fica impedido de exercer sua profissão estaria automaticamente destituído de comprar e possuir armas. Um absurdo total, desses que os brasileiros até já se acostumaram, afinal vivemos em um país onde estar desempregado já é motivo para que uma pessoa não possa ter uma arma legalmente...  

Na reportagem do O Globo e de outras mais pelo mundo, o uso do caso de Adam Lanza que matou 20 crianças e outros tantos adultos, incluindo sua mãe, a tiros na escola primária Sandy Hook, em Connecticut é uma total desonestidade! Lanza não comprou armas, ele as roubou de sua mãe que assassinou na sequência. Ou seja, pela lei anterior ou pela norma de Obama esse caso simplesmente não seria impedido! O que a imprensa nacional não disse é que depois desses caso o que cresceu foi a pressão para se mudar a lei antimanicomial que vige nos EUA. A mãe de Lanza tentou interna-lo diversas vezes, mas não conseguiu. O fim foi trágico para todos. Procurem na Internet por um texto chamado “Eu sou a mãe de Adam Lanza”.

O objetivo de Obama era simplesmente ampliar as restrições já existentes, falhou mais uma vez. Uma falha póstuma, é verdade, mas que claro, já está sendo jogada na conta dos Republicanos e do presidente Trump que deverá assinar o cancelamento da absurda norma. Nos jornais brasileiros já podemos esperar a manchete: “Trump libera porte de armas para doentes mentais nos EUA”. Pobre imprensa e mais pobre ainda aquele que se deixa enganar pelas Fake News travestidas de jornalismo sério e imparcial!

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.