Aef7dd2b 7fc5 4dbc b481 f3288999967e

O deputado federal Paulo Teixeira (PT/SP) postou recentemente um artigo sobre como teria o Japão conseguido ter números tão baixos de homicídios com o uso de armas de fogo em seu território e para tanto resolveu usar como comparativo os EUA. Bom, vocês já podem imaginar o que acontece quando o antimilitarismo bocó e a ignorância desarmamentistas se encontram...

O que podemos esperar de alguém que se põe a falar sobre armas e desarmamento e não conhece nem mesmo a diferença entre posse e porte de armas? Em seu artigo - ou de seu “ghost writer”, tanto faz – o deputado afirma que 88,8% da população americana tem porte de arma. Errado! Essa porcentagem é de proprietários de armas e assim mesmo é bastante imprecisa, pois leva em conta apenas o número total de armas colocadas à disposição no mercado americano e o número de habitantes.

Bem, sabemos que é muito comum que cidadão daquele país tenha mais de uma arma. Portanto, essa porcentagem mostra no máximo a relação entre armas totais nas mãos de civis e o total da população e repito: NÃO SE CONFUNDE COM O PORTE DE ARMAS.

Dá para piorar? Sempre dá! O artigo afirma que ocorreram 33.599 em um ano... Em um ano? Como assim? É uma média? Em qual ano? Ninguém sabe! E além de tudo - e isso tira ainda mais credibilidade do texto - nesse montante de mortes estão contabilizados os homicídios, as mortes justificadas (legítima defesa e mortes em confronto com a polícia) e suicídios! Nada menos que mais de 20 mil mortes a mais! O autor ainda faz questão de excluir do artigo o número de suicídios no Japão, que com desarmamento, teve mais de 25 mil casos somente em 2014! Também não cita os quase mil assassinatos cometidos com facas e outros objetos em solo japonês.

E acabou? Pior que não... O deputado afirma que a polícia americana é militarizada. Falso! Absolutamente falso! Embora a estética dos quase 18 mil departamentos de polícia existentes nos EUA seja semelhante à estética militar, em mais nada se confundem. O nobre deputado – ou o assessor que lhe escreveu o texto – ouviu o galo cantar e não sabe onde, como diria minha avó. O que se discute hoje nos EUA sobre a “militarização” da polícia diz respeito tão somente ao armamento, equipamentos e uniformes utilizados. Eles saíram daquela estética do policial de uniforme impecável, quepe e gravata para uma vestimenta de combate. Isso gerou uma série de protestos e desconfortos em especial nos liberais (esquerda americana), libertários e até mesmo em vários conservadores.

Ao contrário do que se afirma no texto, não há nenhum estudo que mostre que essa “militarização” trouxe qualquer resultado negativo ou tenha aumentando a chamada letalidade policial. Ah, antes que eu esqueça: a polícia japonesa moderna foi profundamente influenciada pela ocupação americana após 1945 e abandonou o modelo militarista e centralizado para um modelo civil e descentralizado, à semelhança americana!

 

 

Sobre o desarmamento no Japão, suas causas e consequências, eu já publiquei dois textos e não incomodarei meus leitores com repetições. São eles: “Atenção BBC, Globo e Folha: Desarmamento não é responsável pela baixa criminalidade no Japão, mas vocês sabem muito bem disso!” que mostra as inverdades por trás da reportagem que foi inspiração para o deputado e o “Japão: desarmamento, opressão, dominação e a incapacidade de defesa de uma nação”, onde falo sobre os motivos para o desarmamento no Japão no século XVI e os efeitos desastrosos apontados por vários historiadores, entre eles a imposição da abertura de seus portos para o Ocidente após a nada amistosa visita de quatro navios de guerra da Marinha Americana.

A postagem feita pelo deputado em seu Facebook já recebeu centenas de comentários críticos. É, deputado, não estamos mais em 1964 quando a esquerda falava qualquer bobagem e não havia ninguém lá para contestar e mostrar, escancarar, as mentiras, as meias-verdades e as ignorâncias.

 

Publicação do deputado: https://www.facebook.com/DeputadoPauloTeixeira/photos/a.396715610372500.89447.123368671040530/1381396105237774/?type=3&comment_id=1382335971810454&notif_t=like&notif_id=1484169174550352&pnref=story

 

Japão: desarmamento, opressão, dominação e a incapacidade de defesa de uma nação.

http://www.cadaminuto.com.br/noticia/294802/2016/11/01/japao-desarmamento-opressao-dominacao-e-a-incapacidade-de-defesa-de-uma-nacao

 

Atenção BBC, Globo e Folha: Desarmamento não é responsável pela baixa criminalidade no Japão, mas vocês sabem muito bem disso!

http://www.cadaminuto.com.br/noticia/297722/2017/01/09/atencao-bbc-globo-e-folha-desarmamento-nao-e-responsavel-pela-baixa-criminalidade-no-japao-mas-voces-sabem-muito-bem-disso