A secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social, Solange Jurema, assinou convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), na área de educação alimentar e nutricional e geração de trabalho e renda, que vai beneficiar 1.024 famílias de quilombolas e indígenas residentes em 24 municípios de Alagoas.

O contrato, que vigorará até o dia 30 de novembro deste ano, terá recursos orçados em pouco mais de R$ 340 mil. O principal objetivo é melhorar as condições de vida das comunidades quilombolas e indígenas de Alagoas.

Serão oferecidos 64 cursos, voltados para a alimentação alternativa, fabricação de produtos lácteos, processamento de frutas, carnes e pescados e beneficiamento de inhame, macaxeira e batata-doce. Os cursos serão disponibilizados de acordo com a vocação econômica de cada município.

“Estamos oferecendo uma oportunidade de inserção produtiva a essas famílias que vivem à margem da sociedade. Elas poderão aproveitar da melhor forma, através das capacitações que irão receber, os recursos de que dispõem, inclusive, com a oportunidade de diversificar melhor a alimentação”, observou a secretária Solange Jurema.