Divulgação 649e702d 3cdf 4bb3 8987 6bcf6a7b2a1c

Usuários de internet criaram uma petição contra o limite da franquia de dados que as operadoras devem promover até o fim do ano. São necessárias pelo menos 600 mil assinaturas.

Criado no site Avaaz, atualmente a petição tem mais de 360 mil assinaturas de pessoas de todo o Brasil. O objetivo é chamar a atenção de órgãos governamentais e das operadoras para mostrar a insatisfação dos consumidores quanto ao limite da franquia de dados, que vão de planos de 10GB a 160GB durante um mês.

Com a perda de assinantes cada vez maior, os consumidores acreditam que os limites seriam uma forma de retaliação das operadoras contra os serviços streamings de música e filmes, como o Spotify e Netflix, respectivamente, que oferecem um serviço simples e de baixo custo.

Em cálculos, assistir a um filme ou série da Netflix gasta cerca de 1GB de dados por hora, em vídeo padrão, e até 3GB por hora, em vídeos de alta definição. Já para fazer o download de um game de última geração, em média, se consome 40GB da franquia.

Para assinar a petição basta clicar aqui.

Campanhas nas redes sociais

No Facebook, uma página intitulada “Movimento Internet Sem Limites”, busca conscientizar o consumidor da gravidade do problema. Criada há três dias, a comunidade já possui mais de 183 mil curtidas e, segundo os criadores, “o objetivo é informar e defender os consumidores contra as imposições danosas das operadoras e conivência da Anatel.”

No Plenário

Em uma postagem do jornalista do CadaMinuto, Lula Vilar, o deputado alagoano JHC busca criar uma Frente Parlamentar pela Internet Sem Limites.

“Foram anos de luta para conquistarmos avanços como o acesso mais democratizado à internet de alta velocidade, mas tem começado um movimento de restrição ao acesso, primeiramente como os pacotes de dados dos celulares. Agora, querem limitar também a internet fixa, restringido o acesso que se tem ao Netflix, Youtube, jogos em rede, serviços na nuvem e muitos outros”, colocou.

Em 2015, dados da agência de marketing social We Are Social, mostram que cerca de 74 milhões de brasileiros são usuários ativos de internet no país, um crescimento de 10% relacionado ao ano de 2014.

*Colaborador