Divulgação/Assessoria 9062d8d7 f93d 4757 912b dc348ee8f1d9

Muita gente não sabe, mas a iluminação é um item essencial para uma decoração impecável. É comum pensar que arquitetura está ligada apenas a decorar um espaço com peças bonitas, móveis de design e colocar uma textura diferente na parede. Entretanto, decorar envolve muito mais que isso, e um aspecto importantíssimo é a iluminação, uma vez que é ela quem modela os espaços.

A iluminação pode mudar completamente a maneira que percebemos um espaço, e é capaz até de interferir em sua funcionalidade. Com a luminária certa nós podemos destacar algum ponto da decoração e criar um ambiente aconchegante e harmonioso.

Antes de tudo, é essencial considerar os tipos de atividades que serão exercidas no ambiente e analisar a quantidade de luz necessária. Por exemplo: uma sala de estar pode servir tanto para assistir um filme quanto para uma comemoração entre amigos, e um bom projeto de arquitetura consegue unir essas duas necessidades.

Existem muitos tipos de luminárias no mercado para criar uma iluminação adequada. Agora, você pode conferir alguns deles:

Plafon

Foto: Bia Beltrão

As luminárias Plafon geralmente são instaladas no teto, de forma não embutida. Elas são usadas quando se precisa de apenas um ponto central de luz, para iluminar o ambiente como um todo, assim, ela pode ser usada como a fonte principal de luz no espaço, geralmente quando não se tem forro de gesso.

Pendentes

O pendente é ideal para valorizar uma ambientação, funcionando mais como adorno que propriamente, iluminação. Podemos usá-lo para dar maior destaque a uma bancada de trabalho ou criado mudo, porém ele tem sido muito usado em mesas de jantar. Geralmente eles são vendidos separadamente, o que permite soltar a criatividade e instalá-lo de diferentes formas: juntas, amarradas, uma ao lado da outra, etc.

Spots

O spot é um tipo de luminária direcionável ou fixa, que podemos usar quando queremos dar foco em algum objeto. Elas podem ser instaladas em conjunto ou individualmente. O uso desse tipo de iluminação traz a sensação do objeto iluminado ser uma obra de arte por nos remeter a uma galeria ou museu.

Arandelas

Foto: Bia Beltrão

Quer criar um espaço com muito charme na sua casa? Essa é a luminária perfeita. As arandelas são fixadas nas paredes, como uma iluminação decorativa complementar, criando um ambiente com uma luz aconchegante. Elas podem ser usadas tanto em ambientes internos quanto externos. 

Balizadores

Os balizadores são usados para iluminação baixa em ambientes internos e externos. Eles são muito utilizados para iluminar entradas e saídas, caminhos de jardins, escadas, rampas, piscinas, entre outros.

Embutidos

O tipo mais usual de iluminação e que deixa o ambiente mais harmonioso. Este tipo de luminária requer rebaixamento do teto, podendo conter detalhes no forro ou simplesmente, forro liso. Este tipo de luminária chama pouca atenção, sendo ideal para uma boa iluminação onde o importante é a luz e não a luminária.

Sancas Iluminadas

Foto Bia Beltrão 

Iluminar com sancas é uma ideia relativamente barata e que pode oferecer um resultado final surpreendente. Com elas é possível se criar detalhes diferenciados usando lâmpadas fluorescentes tubulares ou fitas de LED. As possibilidades são inúmeras.

 

Contatos:

Algo Mais Consultoria e Assessoria – (82) 3034.5830

Cris Nunes Arquitetura – (82) 3325.8265

Cris Nunes – (82) 99937.2000

Cris Nunes Arquitetura

www.crisnunes.com.br

Maceió – Av. Álvaro Calheiros, 4/C, Mangabeiras

Arapiraca – Rua Boa Vista, 140, Centro

(82) 3325.8265/ 99938.2000/ 99937.2000/ 98852.5551