Ascom Secti 14081360809351 Secti inaugura dois polos agroalimentares

Os polos agroalimentares de Arapiraca e Batalha, bem como a nova sede da Secti – Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação serão inaugurados nos próximos dias pelo Governo do Estado. As obras são ações do Parque Tecnológico de Alagoas, projeto estratégico que faz parte do Programa Alagoas Tem Pressa, e está em desenvolvimento nos últimos anos.  E contemplam as definições do Plano Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, o qual foi construído em 2013, pela primeira vez em Alagoas, apontando diretrizes para os próximos 15 anos na área de CT&I.

No dia 22 de agosto, às 10 horas, será inaugurado o Polo Agroalimentar de Arapiraca. Já no dia 29 de agosto, às 10 horas, vai ser a vez do Polo Agroalimentar de Batalha, e no dia 05 de setembro, às 10 horas, a nova sede da Secti, em Jaraguá, quando será lançada também a pedra fundamental da obra do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (TICS), o qual será erguido próximo ao Centro de Convenções. Uma obra com investimento de R$ 15 milhões, do Governo de Alagoas.

O Polo Agroalimentar de Arapiraca vai prestar serviços de tecnologia voltados para o segmento de mandiocultura e hortifruticultura, contribuindo para o fortalecimento dos APLs – Arranjos Produtivos Locais, os quais receberão apoio tecnológico e incentivo para a cultura da inovação, tornando-os ainda mais competitivos. Localizado no Sítio Piauí, Povoado Bananeira, próximo a AL 102, em Arapiraca, o Polo terá uma mini-usina de beneficiamento de mandioca para a produção de álcool, além de biblioteca, sala de informática, auditório, salas de aula e alojamento para abrigar pesquisadores e estudantes.

Os APLs da mandioca envolvem 14 municípios do agreste alagoano, com cerca de 600 casas de farinha processando a produção de mais de 27 mil produtores rurais. A região também é potencial produtora de frutas e hortaliças. Todos esses segmentos econômicos poderão se beneficiar com os serviços e parcerias do Polo Agroalimentar de Arapiraca.

Polo de Batalha

O Polo Agroalimentar de Batalha, localizado na avenida Governador Afrânio Lages, Centro,  vai beneficiar o APL de laticínios, localizado em oito municípios do sertão de Alagoas, nos quais funcionam mais de 200 pequenas fábricas de queijo e beneficiamento de leite. Seus serviços incluem desenvolver e transferir tecnologias para o setor produtivo de leite e derivados, contribuindo para a certificação dessas empresas, fortalecendo a cultura da inovação e o desenvolvimento com mais competitividade nos mercados local, regional e nacional.  

Uma mini-usina de beneficiamento do leite, além de laboratórios, biblioteca, auditório, salas de aula e  de informática, e alojamento para pesquisadores e estudantes compõem o ambiente do Polo de Batalha.

O Parque Tecnológico e seus polos é um projeto do Governo de Alagoas, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), e da Fapeal – Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas, com o apoio da Uneal – Universidade Estadual de Alagoas e UFAL – Universidade Federal de Alagoas, além dos municípios nos quais estão inseridos. O investimento nos polos agroalimentares de Batalha e Arapiraca foi de R$ 12 milhões financiados pela Finep – Financiadora de Estudos e Projetos do Governo Federal, com a contrapartida do Governo do Estado, incluindo os equipamentos.

Ambiente de Inovação Tecnológica em Jaraguá

A inauguração da nova sede da Secti,  em Jaraguá, dia 05 de setembro, marca uma nova era no bairro histórico de Maceió, pois juntamente com a obra de construção do Polo de Tecnologia da Informação, Comunicação e Serviços (TICS), o Parque Tecnológico de Alagoas vai tomando dimensões físicas, fomentando e consolidando um ambiente de inovação tecnológica na região do Jaraguá, explica o secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Eduardo Setton.

A localização da nova sede é uma ação estratégica que também faz parte do Programa Alagoas Tem Pressa, do Governo do Estado.