O Sindicato dos Urbanitários de Alagoas estará realizando, nos dias 26 e 27 de Agosto, o “I Seminário Regional de Saneamento Básico”, na sede da Associação Atlética Banco do Brasil – AABB da cidade de Arapiraca, em parceria com a CASAL, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental de Alagoas (ABES/AL), a Associação dos Engenheiros da CASAL (ASEC/AL), a CUT/Alagoas e a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), o evento será aberto à sociedade civil e apresentará discussões voltadas às políticas públicas de saneamento.

Esse evento é resultado do Seminário: Saneamento em Alagoas: Desafios e Perspectivas realizado em Maceió no mês de maio deste ano, quando foi aprovada a realização de Seminários Regionais envolvendo Governo do Estado, prefeituras, CASAL, ABES, ASEC, Sindicato dos Urbanitários e a Sociedade Civil Organizada; para estudos e elaboração de projetos com vistas a apontar soluções para os problemas das regiões e orientação na aplicação dos recursos do PAC.

As atividades serão iniciadas às 8h do dia 26/05 e serão abordados assuntos que envolvem os serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana e resíduos sólidos. Composta por três painéis, a programação do Seminário abordará os seguintes temas: Perspectivas do Saneamento para a Região do Agreste e o PAC e a Política de Saneamento para Alagoas. O último painel fará uma síntese do evento e aprovará encaminhamentos a serem tomados a partir dos debates.

Estarão presentes no evento, além das entidades organizadoras, a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) e a Universidade Federal de Alagoas (UFAL). A Prefeitura de Arapiraca e a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) também integrarão as discussões, através do Prefeito e Presidente da AMA Luciano Barbosa. O presidente da CASAL Jessé Mota e o Deputado Paulão também participarão como debatedores.

O evento é dirigido não somente aos profissionais da área de saneamento, mas à sociedade em geral, especialmente àqueles que desejam debater alternativas visando à qualidade dos serviços públicos que são ofertados à população e contribuir, de alguma forma, para a sua melhoria.