14005139764493

A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), com técnicos de 13 diferentes órgãos, policiais militares e a marinha, teve início na manhã de hoje (19), na cidade de Penedo. Trata-se de uma grande operação na região do Baixo São Francisco. Ontem à noite, foi realizada a reunião inaugural que apresentou o planejamento operacional das ações que serão realizadas até o dia 30, quando haverá uma audiência pública.

O objetivo da operação é percorrer os municípios daquela região e verificar as condições do comércio e armazenamento de agrotóxico em estabelecimentos comerciais e indústrias; saneamento básico - qualidade do abastecimento de água, sistema de esgotamento sanitário, geração de resíduos sólidos e abate de animais; poluição, ilegalidade e irregularidade de extração mineral, crimes contra a flora, crime contra a fauna e ocupação irregular de áreas; combate a pesca predatória e segurança no transporte fluvial no Rio São Francisco; e irregularidade no transporte e revenda de produtos perigosos.

Segundo informações de Adriano Augusto, diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMA), a operação é coordenada pelo Ministério Público Estadual (MPE) e é de grande importância para aquela região. “O envolvimento de diversos órgãos permite que as ações sejam mais contundentes, teremos equipes divididas em diferentes áreas, sejam rurais, urbanas ou aquáticas”, disse.

Além do IMA e do MPE, a FPI conta ainda com a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária (ADEAL), Conselho Regional de Engenharia (CRE/AL), Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), Secretaria de Estado as Saúde (Sesau), Batalhão de Polícia Ambiental da Polícia Militar (BPA/PM), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM), Fundação Nacional do Índio (Funai), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e do Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Marinha do Brasil, Ministério Público Federal (MPF) e Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

São cerca de 90 pessoas, divididas em cinco equipes para cobrir um total de 99 diferentes alvos. Até o dia 29, durante todos os dias, as equipes deverão percorrer a região e apesar de possui caráter preventivo, poderá autuar casos de flagrantes ou de comprovada irregularidade e fazer apreensões.

No dia 30 será realizada uma audiência pública, quando serão apresentados os resultados da FPI para a população. O evento será realizado em Penedo, cidade base da operação, às 10h, no teatro sete de setembro.