13639726323696

Uma patente do Google indica novos recursos para os óculos futuristas da empresa, o Google Glass. O gadget de vestir, que deve chegarao mercado até o próximo ano, seria usado para controlar o portão da garagem e a geladeira "com o olhar".

 

Segundo o site Engadget, que revelou a patente, os óculos poderão usar RFID, infra-vermelho, Bluetooth e até QR Code para reconhecer dispositivos controláveis. Uma vez que um objeto com uma dessas tecnologias for encontrado, os óculos exibirão informações sobre o equipamento inclusive uma interface de controle.

Uma vez que os equipamentos estejam equipados com Wi-Fi, por exemplo, Google Glass poderá ser usado para controlá-los.

No caso de portas degaragem conectadas, o Glass pode ser usado para abrir e fechar, sem que o motorista use as mãos, apenas pr comando de voz. No Google Glass, os menos são acionados pela frase "ok, glass". Uma vez que as opções são exibidas, basta repetir a escolhida para ativar o comando. O mesmo valeria para portas de geladeiras.

Entre os recursos que o Glass já promete estão a capacidade de identificar os usuários pela roupa, responder e-mails ditando o texto, capturar em foto, vídeo e áudio cenas e momentos da vida do usuário,  realizar conferências e indicar trajetos.

 

Segundo o site Engadget, que revelou a patente, os óculos poderão usar RFID, infra-vermelho, Bluetooth e até QR Code para reconhecer dispositivos controláveis. Uma vez que um objeto com uma dessas tecnologias for encontrado, os óculos exibirão informações sobre o equipamento inclusive uma interface de controle.

Uma vez que os equipamentos estejam equipados com Wi-Fi, por exemplo, Google Glass poderá ser usado para controlá-los.

No caso de portas degaragem conectadas, o Glass pode ser usado para abrir e fechar, sem que o motorista use as mãos, apenas pr comando de voz. No Google Glass, os menos são acionados pela frase "ok, glass". Uma vez que as opções são exibidas, basta repetir a escolhida para ativar o comando. O mesmo valeria para portas de geladeiras.

Entre os recursos que o Glass já promete estão a capacidade de identificar os usuários pela roupa, responder e-mails ditando o texto, capturar em foto, vídeo e áudio cenas e momentos da vida do usuário,  realizar conferências e indicar trajetos.