O senador e ex-candidato à Presidência dos EUA John Kerry pediu ao governo do presidente Barack Obama que garanta asilo a um homossexual brasileiro que se casou com um cidadão americano em Massachusetts e mais tarde foi forçado a voltar ao Brasil.

O brasileiro, Genesio Oliveira, foi separado de seu marido, Tim Coco, em agosto de 2007, quando ele deixou o país depois que seu pedido de asilo e uma posterior apelação foram negados. Oliveira e Coco conheceram-se em 2002 e casaram-se em 2005.

Oliveira pediu asilo em 2002, dizendo que foi abusado sexualmente por um médico quando era adolescente no Brasil e temia perseguição por causa de sua sexualidade.

Em uma carta mandada na quinta-feira ao secretário norte-americano de Justiça, Eric Holder, Kerry (democrata de Massachusetts) disse que o juiz de imigração Francis L. Cramer achou convincente o testemunho de Oliveira, Contudo, o juiz negou o pedido de asilo, dizendo que ele não sofreu dano físico no episódio de sua adolescência, segundo a carta do senador. Kerry disse que a decisão foi "ultrajante".

O Departamento de Justiça disse que Holder iria analisar a carta do senador e responder a Kerry, mas os funcionários não fizeram nenhum comentário sobre a carta.

Em entrevista na sexta-feira, Kerry -que perdeu a eleição presidencial para o republicano George W. Bush em 2004- disse: "Ninguém pediu para atropelar ou mudar uma lei federal, Esta é realmente uma situação humanitária que merece um foco apropriado."

Kerry é um dos propositores de uma lei que permitiria que homossexuais masculinos e femininos de outros países se tornem residentes legais nos EUA baseados em suas relações estáveis com cidadãos americanos.

Imigrantes podem pedir residência se se casarem com cidadãos americanos, mas o governo federal não reconhece os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, com base do Ato de Defesa do Casamento. O pedido de Oliveira para ficar nos EUA baseado em seu relacionamento com Coco foi negado no mês passado.

Oliveira disse que ele e Coco apelaram desta decisão na última sexta-feira (20).