Os artesãos de Alagoas conheceram nesta sexta-feira, a Marca de Qualidade do Artesanato Alagoano — Alagoas à Mão, durante cerimônia na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística (Sedec).

O processo de criação da marca teve início no ano passado, com a formalização do convênio entre a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística e o Istituto Europeo di Design (IED). Após o recebimento das informações sobre a cultura e o cotidiano de Alagoas e seus profissionais da arte popular, os aluno do IED visitaram o Estado para conhecer de perto os principais pontos de produção e os seus mestres e artesãos. Foram desenvolvidos oito projetos pelos alunos do IED, sendo o escolhido do Fernando Heller Vajda.

Fernando Heller Vajda explicou aos artesãos presentes como ocorreu a construção da Marca - Alagoas à Mão, destacando a presença do folguedo Guerreiro na cultura local como um dos fatores mais influenciadores. “Cheguei a Alagoas sem conhecer nada, mas logo me chamou a atenção a capacidade do artesão que está em locais tão isolados de produzir peças únicas”, destaca o aluno do IED.

Conhecido por suas esculturas de argila que retrata o cotidiano do interior de Alagoas, João das Alagoas, do município de Capela, afirma que, com o início do processo de avaliação, deseja que suas peças sejam identificadas com a Marca — Alagoas à Mão. “A marca é importante, pois foi elaborada através de pesquisa e, certamente, trará bons resultados”, afirma.

Na solenidade foi apresentado um cronograma de ações para a sua implantação. No mês de maio será organizado o Comitê Multidisciplinar que irá definir quais as condições e regras para uma peça artesanal alagoana adquirir este selo. Também serão realizadas ações para divulgar entre os artesãos e as principais associações os benefícios de uma avaliação positiva e aquisição da Marca.

Em dezembro, período de alta temporada, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística iniciará uma intensa divulgação a diversos públicos da sociedade, em especial aos turistas que visitam o estado alagoano.

Na ocasião, Dona Clarice, do município de São Sebastião; Dona Irinéia — de União dos Palmares, e Fernando Rodrigues, mais conhecido como Seu Fernando, foram homenageados recebendo a Marca — Alagoas à Mão. Esses artesãos já foram indicados, pois eles são reconhecidos pelo Governo de Alagoas por intermédio da Lei do Patrimônio Vivo como mestres artesãos.

“A Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística realizou uma parceria empreendedora com o Istituto Europeo di Design. Esta ação tem a missão de valorizar o artesanato, já que para receber a marca Alagoas à Mão o produto terá que obedecer a alguns parâmetros que agregará valor de mercado”, afirmou o secretário Luiz Otavio Gomes, no encerramento da cerimônia.