Sindpol aciona Comissão de Direitos Humanos da ALE

Ascom/Sindpol 36472fae 5f37 4108 aeb1 eeac0a958761

No dia 17 de maio, a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), presidida pelo deputado Galba Novaes (PMDB) deve reunir representantes do Sindpol, Delegacia-Geral da Polícia Civil e Comando da PM para, após a sessão plenária, discutir problemas estruturais e de superlotação em alguns Centros Integrados de Segurança Pública (CISPs) e delegacias.

 

A informação foi divulgada pela assessoria de Comunicação do Sindpol.

 

Ontem, durante reunião com Novaes, o presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, apresentou à Comissão, denúncias que envolvem até falta de alimentos para os presos.

 

Ainda segundo a assessoria do sindicato, o próprio líder do governo na Casa, deputado Ronaldo Medeiros (MDB) propôs a reunião marcada para o dia 17 do próximo mês.

 

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Críticas de colega irritam vereadores e geram mal-estar na Câmara: “Calado é um poeta”

Assessoria/Arquivo 0eefba02 7c84 4a56 b320 7329b1ceb1bb Vereador Dudu Ronalsa (PSDB)

As críticas feitas na sessão de ontem pelo vereador Ronaldo Luz (MDB) em relação à ausência dos colegas em plenário repercutiram na tarde desta quinta-feira, 26, na Câmara Municipal de Maceió (CMM). Ontem, ao discursar no expediente final, Luz lamentou o “abandono” da Casa e falou sobre a atuação de Dudu Ronalsa (PSDB) na região de Fernão Velho.

 

“Essa paisagem trágica e cômica nos entristece, mas quem paga por isso é o povo, porque aqui deveriam estar sentados seus representantes... Essa paisagem é sinal que nosso legislativo é combalido e, penso, fraquíssimo”, disse, apontando para as cadeiras vazias.

 

Sem citar nomes, Ronaldo Luz também repudiou o fato de alguns colegas que integram a bancada do governo possuírem características de “subserviência e submissão” e agradeceu a Dudu Ronalsa pelos “cuidados” que o tucano vinha tendo com a infraestrutura de sua terra, Fernão Velho, e adjacências.

 

Ele também lamentou o fato de, ao contrário do que ocorre com Ronalsa, não ter seus requerimentos para melhorias no bairro atendidos pelo Executivo e chegou a sugerir a entrega dos cargos que os vereadores porventura tivessem na prefeitura, “para o bem do legislativo”.

 

Sem babá

 

Único citado nominalmente, hoje Ronalsa reagiu de forma enérgica: “É muito pequeno chegar aqui falando os vereadores. É chato e não esperava isso... Peço que a partir de hoje não cite meu nome e, quando citar, fale na minha frente para eu me defender”.

 

“Vossa excelência esculachou o parlamento ontem... Se eu não estava na sessão é porque tinha algo para fazer... Quando saio da sessão continuo sendo vereador... Não sei vossa excelência... Toda vez que usa a tribuna a gente fica apreensivo... Vossa excelência, calado é um poeta”, disparou Ronalsa, acrescentando: “Quando eu tiver que chegar atrasado ou tiver que sair mais cedo, vou fazer isso. Eu sei o que estou fazendo... Ninguém aqui precisa de babá”.

 

Irritado, Ronalsa destacou ainda não ter entendido as ironias de Luz em relação a ele e devolveu o sarcasmo: “Não sabia que Fernão Velho tinha dono. Agora vou pedir autorização a vossa excelência quando for lá”.

 

“Eu não imaginei que o que falei ontem tivesse repercussão nesse nível... Não sou a palmatória do mundo, mas vi o parlamento vazio e aquilo me incomodou... Falei para que fatos desses não se repitam, porque isso enfraquece o legislativo... Não tenho medo de ninguém e respeito a todos... Não quis denegrir ninguém”, respondeu Ronaldo Luz, em aparte.

 

Mal entendido

 

Os vereadores Francisco Sales (PPL), Chico Filho (PP), Luciano Marinho (Podemos), Samyr Malta (PSDC) e Silvânia Barbosa (PRB), que presidia a sessão, também se pronunciaram

 

Sales chegou a lançar um desafio a Ronaldo Luz para que comparasse quem, dos dois, possuía mais faltas. “Eu tenho mais presença nessa Casa do que vossa excelência... Sou um dos primeiros a chegar e um dos últimos a sair... Da forma que o senhor falou ontem, parecia que só os três (Luz, Silvânia Barbosa e Lobão) eram presentes nessa Casa... Devemos nos policiar antes de falar o que não é verdade”.

 

Chico Filho e Silvânia Barbosa tentaram colocar panos quentes na discussão, defendendo que a fala de Luz não passou de um mal entendido e que determinados assuntos deveriam ser resolvidos internamente.

 

Luciano Marinho reforçou que os vereadores trabalham não apenas no parlamento e que eles próprios não podiam alimentar o senso comum de que a Casa era improdutiva. Marinho também afirmou acreditar que o discurso de Luz foi apenas uma fala mal colocada e não intencional.

 

Por fim, Samyr Malta reforçou: “A gente tem que ter cuidado com o que se diz... Pensem antes de falar e criticar o colega... Esse espaço é para debater questões importantes, as coisas que estão acontecendo e não para ficar falando de vereador A, B e C... Vamos servir à população com outro tipo de atitude”.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Semed seleciona 176 assistentes para Programa Mais Alfabetização

Ilustração/Internet 750d85d0 7f81 47fd a906 4a5976746474 Programa Mais Alfabetização

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) divulgou nesta quarta-feira, 25, no Diário Oficial de Maceió, edital para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) de assistente de alfabetização voluntário para atuar no Programa Mais Alfabetização.

 

Serão 176 vagas no âmbito da capital, a serem distribuídas nas escolas públicas de Maceió. Para se candidatar a vaga, é preciso ser maior de 18 anos e ter, no mínimo, nível médio completo.

 

O assistente de alfabetização poderá atuar em dois tipos de unidades escolares, vulneráveis (período de dez horas semanais) ou não vulneraríeis (cinco horas semanais).

 

O voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias, no valor de R$ 150 por turma trabalhada, com a carga horária de 5 horas, e no valor de R$ 300 por turma trabalhada, com a carga horária de dez horas.

 

A quantidade máxima de turma por assistente é de oito para a carga horária menor e de quatro turmas para a carga horária maior.

 

Conforme o edital, a inscrição deve ser feita entre os dias 02 e 04 de maio, na Semed, localizada no Farol, e no Centro de Formação Paulo Freire, no Cambona , das 9h às 17h.

 

Confira o edital completo na página 3 do Diário Oficial de Maceió.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Prefeitura realiza processo seletivo para a área da educação

Reprodução/Internet B806ea3d 4ad5 427f be4a 19bfdf0a08b3 Monteirópolis

Entre esta quarta-feira, 25, e o dia 27 de abril, a Prefeitura de Monteirópolis realiza Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de pessoal para trabalhar na Secretaria Municipal de Educação.

 

Conforme divulgado no Diário Oficial de ontem, o edital completo contendo os cargos, número de vagas e demais especificações do certame só está disponível na sede da secretaria, no Centro de Monteirópolis, das 8h às 13h.

 

As inscrições também só podem ser feitas presencialmente, no mesmo horário e local.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Collor participa de encontro com ditador da Coreia do Norte

Reprodução 83489306 ecd3 43de 8faa b734bb2c3b13 Collor e representantes da Embaixada da Coreia do Norte

Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, Fernando Collor (PTC) anunciou nesta terça-feira, 24, o embarque para Pyongyang, com a missão “de estreitar a cooperação e o intercâmbio entre a comissão e o parlamento coreano”.

 

Nas redes sociais, Collor postou uma foto no aeroporto, ao lado de representantes da Embaixada da Coreia do Norte no Brasil, e informou que também irá acompanhar o encontro, marcado para sexta-feira, 27, entre o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, para iniciar diálogos visando à assinatura de um Tratado de Paz.


“Esse encontro histórico vai ocorrer na zona desmilitarizada, no Paralelo 38. Este momento marca o início da distensão e abre as portas para encontro com Trump”, comemorou.

 

Ele irá representar o Senado Federal a convite do parlamento da Coreia do Norte.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Projeto busca minimizar violência contra bancários em Alagoas

Foto: Ascom/ALE/Arquivo 58032eb9 5db1 4dd5 95fd 8b9f13f98a7c Deputado Ronaldo Medeiros

Foi protocolado na Assembleia Legislativa (ALE), um Projeto de Lei, de autoria do deputado Ronaldo Medeiros (MDB), que visa reduzir à exposição de bancários de agências públicas e privadas e seus familiares a riscos de assaltos e sequestros.

 

A matéria proíbe que as instituições bancárias deleguem aos funcionários a responsabilidade de guardar - fora do horário de expediente, inclusive nos finais de semana - as chaves dos cofres e das agências onde trabalham.

 

Pelo PL, os bancários também ficam proibidos de realizar transporte de numerários, devendo o serviço ser realizado apenas por carros-fortes.

 

Na justificativa, o parlamentar destaca que há algumas décadas os bancários vêm sendo obrigados a serem os fiéis guardadores das chaves, além de transportarem dinheiro sem segurança. Medeiros frisou que tais tarefas colocam em risco a integridade desses funcionários e de seus familiares, sujeitando-os a sequestros e assaltos.

 

O parlamentar sugeriu ainda a contratação de empresas especializadas em segurança para abertura e fechamento das agências.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan: “MPF não pode continuar a ser medido pela régua imunda de Janot”

Agência Brasil/Arquivo 4865cdfa bc13 4bec 9834 6603d9d48ee8 Rodrigo Janot e Renan Calheiros

Em um vídeo divulgado nas redes sociais neste domingo, 22, o senador Renan Calheiros (MDB) criticou a intenção de Rodrigo Janot disputar um cargo no Conselho Nacional do Ministério Público Federal, para fiscalizar sua sucessora, a procuradora-geral Raquel Dodge, querendo ser, nas palavras do senador, “o sentinela à porta dela”.

 

“O MPF não pode continuar a ser medido pela régua imunda de Janot e dos doidivanas Eduardo Pelella, Deltan Dallagnol, Anselmo Barros e Marcelo Miller, pegos com a mão na botija da JBS, bebericando e um boteco em Brasília, essa criminosa traição”, disparou o senador.

 

Calheiros também comparou o ex-procurador-geral ao psiquiatra Simão Bacamarte, personagem central do romance O alienista, de Machado de Assis.

 

Na obra, após internar várias pessoas da cidade, achando que todas eram loucas, o psiquiatra internou a si mesmo, ao concluir que o “anormal” era ele.

 

“Seria Janot o Bacamarte de hoje?”, questionou o senador alagoano.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Deputado alagoano coordena comissão que fiscalizará aplicação de recursos do Fundef

Assessoria C1af8496 0590 4d10 8fcb 5b62773628af Deputado JHC

Caberá ao deputado federal JHC (PSB) a coordenação nacional da Comissão Externa, aprovada nesta quinta-feira, 19, na Câmara dos Deputados, para acompanhar a liberação e a aplicação dos recursos oriundos de processos judiciais relacionados ao Fundef exclusivamente na educação dos respectivos municípios.

 

Conforme divulgado pela assessoria de Comunicação do parlamentar – autor do requerimento para criação da comissão – em Alagoas, 41 municípios devem ser contemplados com mais de R$ 1 bilhão, cuja liberação está prevista para ocorrer a partir de maio deste ano.


“Como há uma crise generalizada, muitos administradores compreensivelmente querem investir esses recursos em outras ações fora do escopo da educação, porém concordamos com o MPF e TCU: esses valores pertencem à educação, cuja carência, especialmente em Alagoas, é muito grande”, frisou JHC.

 

No começo desta semana, o MPF em Alagoas firmou um TAC com 12 municípios alagoanos para garantir que os valores sejam integralmente revertidos para educação básica dos municípios, sem que o MPF precise ajuízar ação civil pública para bloqueio dos valores judicialmente.


Para mais informações sobre os trabalhos da comissão, o parlamentar disponibilizou o e-mail dep.jhc@camara.leg.br e os telefones (61) 3215-5958 e (82) 99926-2330. 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Sesau abre Processo Seletivo para contratação de quase 200 profissionais; confira

Foto: Divulgação C5e0e72e fb8e 4775 929f d9992558e206 Unidade de Emergência do Agreste

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) divulgou, nesta quarta-feira, 18, edital de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação temporária - e cadastro de reserva - de 192 profissionais para atuarem na Unidade de Emergência Dr. Daniel Houly, em Arapiraca, por um período máximo de 24 meses.

 

Conforme o edital publicado no Diário Oficial do Estado de hoje, serão ofertadas 192 vagas com salários entre R$ 1.372,66 e R$ 5.233,23.

 

Serão contratados profissionais de níveis fundamental, médio, técnico e superior, nas áreas de Assistência Social (7); Enfermagem (33); Farmácia (10); Fisioterapia (3); Medicina 924); Nutrição (7); Psicologia (7); Técnico de Enfermagem (55); técnicos e profissionais de apoio à saúde (46).

 

As inscrições começam na próxima segunda-feira, 23, e prosseguem até o dia 27 de abril de 2018, das 8h às 14h, na Gerência de Valorização de Pessoas (GEVP) da Sesau, situada na Avenida da Paz, 1174, Edifício Santa Ana, em Jaraguá, Maceió; e na UE do Agreste, em Arapiraca.

 

O resultado final e a convocação dos classificados serão divulgados no DO no dia 01 de junho deste ano.

 

Confira aqui o edital completo, na página 69.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Eleição para cúpula diretiva do TC pode ser antecipada de dezembro para julho

Foto: CadaMinuto - Arquivo 1317916660tc Tribunal de Contas de Alagoas

Prevista para ocorrer no dia 15 de dezembro, a eleição para cúpula diretiva Tribunal de Contas do Estado (TCE-AL) pode ser antecipada para a segunda quinzena de julho, antes do pleito eleitoral de outubro.

 

É o que prevê a minuta de um Projeto de Lei, de autoria da presidência do TCE, lido na sessão desta terça-feira, 17, na Assembleia Legislativa (ALE).

 

Na justificativa da matéria que altera o artigo 65 da Lei Orgânica da Corte de Contas, a presidente Rosa Albuquerque argumenta que a mudança visa conceder maior nível de planejamento, evitar a descontinuidade dos serviços administrados e possibilitar que os jurisdicionados realizem a transição em suas gestões.

 

Pela proposta, a eleição para presidente, vice-presidente, corregedor, ouvidor e diretor da Escola de Contas passa a ocorrer na segunda quinzena do mês de julho – em data a escolha da presidência - do segundo ano do mandato, que tem duração de um biênio.

 

O decreto não altera a data da posse: 1º de janeiro do ano seguinte ao pleito.

 

Em julho ou dezembro, antes ou depois do pleito eleitoral de outubro próximo, a expectativa é que Rosa Albuquerque seja reconduzida ao cargo para mais um mandato.

 

Além dela, a cúpula diretiva atual do TC é composta pelos conselheiros Maria Cleide Beserra (vice-presidência), Fernando Toledo (Corregedoria-Geral); Anselmo Brito (Ouvidor) e Otávio Lessa (Diretoria da Escola de Contas Públicas).

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com