Vanessa Alencar
Vanessa Alencar

Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e autora de quatro livros de ficção, Vanessa Alencar desenvolve suas atividades como assessora de imprensa e repórter do Cada Minuto. Este espaço pretende ser a versão online da coluna “Aparte”, que assina no semanário Cada Minuto Press desde sua estreia, em 2013, com notas sobre política, cultura e outros assuntos. Contato: vanessaalencar2005@gmail.com.

Postado em 17/03/2017 às 16:26 0

O desabafo do superintendente da PF em AL



Foto: Vanessa Siqueira/CM/Arquivo

Delegado Bernardo de Torres em coletiva

Durante uma coletiva nesta quinta-feira, 16, o superintendente da PF em Alagoas, Bernardo de Torres, desabou sobre um problema tão antigo quanto o Brasil: as crateras na lei que fazem a alegria dos criminosos, alimentam a impunidade e servem de justificativa para a justiça com as próprias mãos.

Ao discorrer sobre a operação Divisas do Sul, onde a PF desbaratou uma quadrilha que realizava assaltos a bancos em Pernambuco e Alagoas, ele falou sobre o envolvimento de vários ex-reeducandos nos crimes.

Segundo Torres, um dos acusados foi preso por homicídio em 2008 e em 2015 já estava solto cometendo novos crimes. “Até quando a PM vai prender e o Ministério Público vai denunciar os mesmos indivíduos? Até quando a Justiça vai condenar os mesmos indivíduos?... Não há nenhuma polícia no mundo que funcione dessa maneira... A polícia perde tempo com quem deveria estar preso”, disse o superintendente à imprensa.

O delegado também chamou de “ilusão” o princípio da ressocialização tão em voga.

E segue a pergunta: até quando?


Postado em 16/03/2017 às 16:29 0

Declarações de Renan Calheiros em relação a Temer agradam oposição



Foto: Agência Senado/Arquivo

Senador Renan Calheiros

As últimas declarações do senador Renan Calheiros, líder do PMDB, em relação à Reforma da Previdência e seu posicionamento contrário à votação do pedido de urgência ao projeto que regulamenta o direito de greve dos servidores públicos, renderam um episódio inusitado na sessão de ontem, 15, quando o ex-presidente do Senado foi “aplaudido” por dois ferrenhos opositores do governo federal: Lindbergh Farias (PT) e Vanessa Grazziotin (PCdoB).

Renan disse que o governo federal já inviabilizou a Reforma da Previdência e que, se o presidente da República continuar agindo “precipitadamente” e “equivocadamente”, irá inviabilizar também as outras reformas, a exemplo da trabalhista e tributária.

Sobre o pedido de urgência, o alagoano foi enfático: “O Brasil todo está nas ruas. Votarmos exatamente hoje a urgência para essa matéria é um preço que nós não podemos pagar. Não podemos pagar! É fora do tempo, é extemporâneo”.

Ao repercutir as novas posições adotadas pelo líder do PMDB, Lindbergh lembrou que a acusação de Renan de que “Eduardo Cunha está governando da prisão” é seríssima partindo do ex-presidente da Casa e líder do partido do presidente.

O senador petista avaliou ainda que, neste novo contexto Renan demonstra a inteligência para entender que quem ficar ao lado de Temer, estará liquidado politicamente em 2018.

 

 

 


Postado em 16/03/2017 às 11:23 0

Irritados com tratamento recebido, vereadores convocam secretário para se explicar



Foto: Ascom/CMM/Arquivo

Vereadora Silvânia Barbosa

Alguns vereadores de Maceió estão na bronca com o secretário de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), coronel Ivon Berto. Ontem, a Câmara aprovou o requerimento da vereadora Silvânia Barbosa (PRB) convocando ele e o diretor de Convívio Social da pasta, Ariel Fernandes, para esclarecerem sobre os critérios para realização de eventos na capital.

Segundo divulgado pela assessoria de Comunicação da Câmara, Silvânia contou que, ao tentar a autorização para realizar um luau com jovens evangélicos, foi exigido dela cópias do RG, CPF e comprovante de residência.

Revoltada com a cobrança, que classificou de “absurda”, Silvânia disse que não é a primeira vez que encontra dificuldades para ter um evento liberado pela Secretaria. Ela espera que o secretário explique as razões para a exigência da identificação.

O presidente da Casa, Kelmann Vieira, destacou o bom relacionamento do legislativo com o executivo, mas, mandou seu recado: “Há setores na administração municipal que pensam que este Poder é subalterno, e estão enganados”.

Até o líder do governo, vereador Eduardo Canuto (PSDB), concordou com os colegas sobre a necessidade de os gestores da Semscs prestarem esclarecimentos na Câmara.

A burocracia é realmente um atraso de vida, mas, se a referida documentação é exigida de todos que pleiteiam autorização para utilizar os espaços públicos para eventos privados, a regra não valeria também para os integrantes da Casa de Mário Guimarães?

Antecipando o questionamento, Kelmann também falou sobre isso na sessão: “Quero deixar claro que não nos sentimos diferentes de nenhum cidadão comum desta capital. Porém, somos representes legais do povo e, como tal, temos a prerrogativa de fazermos os requerimentos e indicação que a Câmara achar necessários”.

O presidente espera que Ivon Berto apresente a lei que determina a exigência da documentação, mas, acha difícil que isso ocorra: “Porque a Lei Orgânica Municipal, que é a legislação maior de Maceió, nos confere a prerrogativa de fazer os pedidos como vereadores que somos”.

As informações foram divulgadas pela assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Maceió.


Postado em 15/03/2017 às 17:38 0

João Beltrão renova licença na ALE



Ascom ALE/Arquivo

Deputado João Beltrão

O deputado João Beltrão (PRTB) renovou por mais 122 dias, a contar do dia 10 de março, sua licença para tratamento de saúde.

Com isso, o suplente Léo Loureiro (PPL) segue na cadeira, onde está praticamente desde o início desta legislatura.

Hoje, Loureiro é o único suplente com assento na Casa.


Postado em 14/03/2017 às 17:59 0

Deputado “assume” papel de líder do governo no plenário



Foto: Ascom/ALE/Arquivo

Galba Novaes em plenário

Apesar de não ser “candidato” ao cargo, o deputado Galba Novaes (PMDB) vem exercendo, pelo menos em plenário, a função de líder do governo na Casa de Tavares Bastos. Não raras vezes é o parlamentar que tem respondido aos questionamentos e críticas que têm o Executivo como alvo.

Na sessão desta terça-feira, 14, ao discutir sobre uma indicação sua para a construção de um Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) em Flexeiras, Galba aproveitou para elencar as ações de Renan Filho nessa área e reforçar a importância dos investimentos na educação como um dos caminhos para combater a violência.

Colocando-se favorável a construção do Centro, a deputada Jó Pereira completou: “Ao longo dos anos, nos governos passados não presenciamos investimento tão intenso na área de segurança pública”.

Em seguida, diante do pronunciamento de Rodrigo Cunha (PSDB) denunciando a falta de medicamentos e insumos na Maternidade Santa Mônica e cobrando a abertura dos leitos de UTI no local, Galba lembrou a construção do Hospital da Mulher, a manutenção de algumas UPAs na capital, entre outras ações: “Nunca se trabalhou tanto nessas áreas (saúde e educação) quanto neste governo”.

Sem o ônus da faixa oficial de líder, Novaes vai preenchendo a lacuna na tribuna.

 


Postado em 14/03/2017 às 17:32 0

Nas redes, Renan anuncia aprovação da Repatriação



Foto: Agência Senado

Senador Renan Calheiros

Em sua página pessoal no Facebook, o senador Renan Calheiros (PMDB), o mais novo adepto das redes, anunciou em tempo real a aprovação, no plenário do Senado, do projeto de lei de sua autoria que reabre o prazo para repatriação de recursos enviados de forma ilegal para o exterior.

Segundo ele, a proposta que vai à sanção do presidente da República vai aliviar as contas dos municípios, estados e da União.

Com a aprovação da matéria que concede anistia tributária e penal a pessoas físicas e jurídicas que repatriarem os recursos, pagando o Imposto de Renda e multa, o governo federal espera minimizar o déficit para este ano.


Postado em 14/03/2017 às 16:11 0

PL obriga instalação de botão de pânico no transporte: é bom, mas já existe...



Foto: Ascom/ALE

Deputada Thaíse Guedes

A deputada Thaíse Guedes (PMDB) apresentou um Projeto de Lei (PL) que dispõe sobre a instalação de alarme de pânico nos veículos do transporte intermunicipal de passageiros de Alagoas.

Uma boa iniciativa, não fosse o fato de todos os cerca de 1.200 veículos complementares intermunicipais licitados em atuação no Estado já possuírem o botão de pânico e rastreador GPS.

Assim como propõe a matéria – lida na sessão desta terça-feira, 14, na Assembleia Legislativa – ao ser apertado, o dispositivo que começou a ser instalado nos veículos em 2013, emite uma alerta informando a localização da ocorrência para a equipe de segurança que estiver mais próxima.

Em 2016, segundo dados do Sistema de Monitoramento da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal), o acionamento do botão de pânico resultou em 560 abordagens a suspeitos dentro dos veículos.


Postado em 13/03/2017 às 11:44 0

Cremal: pronto para receber denúncias de deputado e da sociedade



Foto: CadaMinuto/Arquivo

Cremal

Em resposta ao post “Irregularidade a olhos vistos: dica para o Cremal”, onde o Blog repercutiu uma declaração do deputado estadual Pastor João Luiz (PSC) sobre o episódio envolvendo o flagrante de médicos oftalmologistas suspeitos de “venda casada”, em Murici, o Conselho Regional de Medicina afirmou, por meio de nota, que atua em todo o Estado, sem distinção.

“O Cremal é uma autarquia, sem interesses político-partidários, que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica. Atuamos com o intuito de regulamentar a profissão de médico, assim como garantir a aplicação de sanções do Código de Ética Médica, a fim de salvaguardar a saúde da população e os interesses da classe médica”, diz um trecho do documento.

Ainda na nota, a entidade se coloca a disposição do parlamentar – e de toda sociedade – para receber qualquer denúncia envolvendo discordâncias com as boas práticas médicas.

Confira a nota na íntegra:

“O Conselho Regional de Medicina do Estado de Alagoas – Cremal em resposta a declaração realizada no último dia 08 de março, pelo excelentíssimo deputado Pastor João Luiz, esclarece: A atuação da entidade é realizada em todo o Estado, sem distinção. O Cremal é uma autarquia, sem interesses político-partidários, que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica. Atuamos com o intuito de regulamentar a profissão de médico, assim como garantir a aplicação de sanções do Código de Ética Médica, a fim de salvaguardar a saúde da população e os interesses da classe médica.

A entidade agradece as colocações do nobre deputado, bem como, se coloca a disposição para receber toda e qualquer denúncia de vossa excelência, e ainda de toda a população. Para que dessa forma, possamos punir rigorosamente os profissionais médicos que trabalham em discordância com as boas práticas médicas.

Em tempo, esclarecemos que cidadãos não médicos não podem ser punidos por esta entidade”.


Postado em 09/03/2017 às 16:10 0

Renan: fala de Temer no Dia da Mulher não foi feliz



Foto: Agência Senado/Arquivo

Senador Renan Calheiros

Em pronunciamento sobre o Dia Internacional da Mulher, o senador Renan Calheiros (PMDB) afirmou que o presidente Michel Temer “não foi feliz” ao dizer que a mulher serve para controlar preços nos supermercados. “Ela serve também para isso, mas não apenas para isso”, pontuou.

Calheiros se referiu a um dos trechos do pronunciamento feito ontem, 8, pelo presidente da República. A fala de Temer repercutiu negativamente por ter sido considerada preconceituosa ao atribuir à mulher a educação dos filhos, os afazeres domésticos e a percepção de desajustes de preços em supermercados.

Em sua fala, o senador fez um balanço das iniciativas do Senado em relação à luta feminina, como a aprovação da lei que tipifica o feminicídio, lamentou o déficit de mulheres na política e lembrou algumas alagoanas ilustres, como Nise da Silveira, Rosa da Fonseca, Linda Mascarenhas, Lily Lages, Selma Bandeira e a jogadora Marta.


Postado em 08/03/2017 às 17:12 0

Irregularidade a olhos vistos: dica para o Cremal



Foto: Ascom ALE/Arquivo

Deputado Pastor João Luiz

Ao repercutir rapidamente o episódio envolvendo o flagrante, pelo Conselho Regional de Medicina (Cremal), de dois médicos oftalmologistas suspeitos de “venda casada” durante consultas realizadas em Murici, o deputado estadual Pastor João Luiz (PSC) disse estranhar a operação ter ocorrido só naquela cidade, já que a mesma prática acontece a olhos vistos em vários bairros de Maceió, por exemplo.

Segundo o Conselho, os médicos que atuavam sem licença em Alagoas realizavam consultas “gratuitas” desde que os pacientes atendidos comprassem óculos em uma determinada ótica.

Se tal prática é mesmo tão corriqueira em outras localidades, como disse o parlamentar, fica a dica para o Cremal...


Postado em 08/03/2017 às 16:47 0

Bancada federal é aguardada em AL para discutir Reforma da Previdência

Sessão pública sobre a polêmica proposta acontece dia 24 de março na capital alagoana



Foto: Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo

Deputado Ronaldo Medeiros

Está marcada para o dia 24 de março, às 10h, a sessão pública proposta pelo deputado Ronaldo Medeiros (PMDB) para discutir a Reforma da Previdência. O requerimento para a realização da audiência foi aprovado ontem, 7, no plenário da Casa de Tavares Bastos.

Maior crítico da proposta no parlamento alagoano, o deputado espera conseguir reunir toda ou pelo menos grande parte da bancada federal do Estado no dia da discussão.

A participação dos senadores e deputados federais de Alagoas, únicos com poder de voto acerca do tema, seria bastante proveitosa na sessão pública, que acontece numa sexta-feira, dia em que normalmente os parlamentares que atuam em Brasília já estão em Alagoas.

Inicialmente, a audiência deve ocorrer no plenário da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), mas, como existe a possibilidade da presença de lideranças políticas e populares até de outros estados, o local pode ser modificado.

 


Postado em 07/03/2017 às 18:12 0

ALE: Grupo da minoria não é oposição, mas...



Foto: Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo

Deputado Francisco Tenório

Ao discorrer sobre as indicações para compor as comissões permanentes da Casa de Tavares Bastos, o deputado Francisco Tenório fez questão de dizer que o grupo da minoria, liderado por ele, não é de oposição ao governo.

“É um grupo que tem vários deputados que fazem parte da base do governo. Então, mesmo que o governo tente fazer um grupo majoritário na Assembleia isso é apenas para divisão das comissões, uma questão interna do legislativo”, analisou, durante entrevista à imprensa nesta terça-feira, 7.

Tenório lembrou que, “quem se predispõe a fazer oposição, tem que saber que também não vai ter espaço no governo, mas, quem se predispõe a estar na base vai querer ter mais espaço no governo, que os deputados até hoje não têm tido. O fato real é esse”.

De volta

O parlamentar também avaliou que a presença do senador Renan Calheiros (PMDB) na reunião ocorrida ontem com os deputados do partido significa que o ex-presidente do Senado “começou a fazer a política”: “Ele estava muito ocupado apagando incêndios em Brasília, e hoje está mais tranquilo, tem mais tempo e está começando a se dedicar mais as suas bases, até porque está chegando o final do mandato e é um ano pré-eleitoral”.

Destacando como positiva a aproximação de Renan Calheiros do parlamento estadual, Tenório disse que é um sinal de que o Executivo quer conversar com o legislativo, quer  melhorar o relacionamento com a Assembleia.

Costuras

Ainda sobre as comissões, cujas algumas indicações já foram apresentadas, o presidente da Casa, deputado Luiz Dantas (PMDB), disse que a Mesa Diretora tem até o dia 12 de março para publicar, no Diário Oficial, a composição de todas elas. “As indicações ainda estão sendo feitas, as conversas estão sendo costuradas, de forma que atenda os interesses do governo sem atropelar os interesses dos deputados”, resumiu o presidente.