Vanessa Alencar
Vanessa Alencar

Jornalista formada pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e autora de quatro livros de ficção, Vanessa Alencar desenvolve suas atividades como assessora de imprensa e repórter do Cada Minuto. Este espaço pretende ser a versão online da coluna “Aparte”, que assina no semanário Cada Minuto Press desde sua estreia, em 2013, com notas sobre política, cultura e outros assuntos. Contato: vanessaalencar2005@gmail.com.

Postado em 19/05/2017 às 16:32 0

Afastado da ALE, deputado é convidado para discutir “Baleia Azul” em Brasília



Foto: Ascom/ALE/Arquivo

Deputado Pastor João Luiz

O deputado estadual Pastor João Luiz (PSC), afastado do cargo por decisão do TSE, é um dos convidados para discutir a proliferação de grupos de jovens, nas redes sociais, com o tema “Baleia Azul”, durante audiência pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados.

Conforme a Agência Câmara, a discussão será realizada na próxima terça-feira, 23, a partir das 16h30, no plenário 8.

O parlamentar foi convidado para o debate depois de ter levado o tema ao plenário da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), em abril deste ano, ao relatar o suicídio da sobrinha, ocorrido no Sul do País, incentivado pelo jogo.

Um dos solicitantes do debate foi o deputado federal alagoano Givaldo Carimbão (PHS), integrante da Comissão de Segurança.

Ainda de acordo com a Agência Câmara, no dia 16 deste mês, representantes do Google e do Facebook afirmaram aos integrantes da Comissão que contam com ferramentas para evitar a divulgação de conteúdos perigosos.


 


Postado em 18/05/2017 às 16:59 0

Permanência de Temer será hecatombe social, diz Medeiros



Foto: Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo

Ronaldo Medeiros

Classificando a delação de Joesley Batista como o “armagedom da política”, o deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), líder do governo na Assembleia Legislativa (ALE), defendeu que a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB) é a única opção possível.

Ele disse ao blog que a permanência de Temer no cargo – anunciada à imprensa na tarde desta quinta-feira, 18 – é péssima para o País: “Só vai piorar a vida dos que mais necessitam, gerar mais desemprego, menos consumo, menos investimentos... Será uma hecatombe social”.

Ainda sobre a delação divulgada ontem, o peemedebista acrescentou: “Agora explodiu, atinge todos... O brasileiro, que já não estava acreditando na política, vai passar a ter aversão e isso não é bom, pois haverá uma generalização”.

Na Casa de Tavares Bastos, Medeiros é um dos maiores críticos do governo Temer, especialmente quando o assunto envolve a Reforma da Previdência Social.

     


Postado em 18/05/2017 às 15:53 0

Cunha cobra divulgação de gravações reveladas ontem



Foto: Assessoria/Arquivo

Deputado Rodrigo Cunha

(Atualizado às 16h10)

Após cobrar mais uma vez a apreciação em plenário da PEC que reduz de 90 para 55 os dias de recesso parlamentar durante o ano, o deputado Rodrigo Cunha (PSDB) repercutiu, na tarde desta quinta-feira, 18, as bombásticas delações envolvendo o senador tucano Aécio Neves e o presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Ele destacou a importância que seja dada publicidade as gravações e aos fundamentos das acusações e disse que, além de ir às ruas, a população deve mostrar sua indignação também nas urnas.

Cunha ressaltou a atuação de órgãos como Polícia Federal e Ministério Público Federal e, comparando a corrupção a um câncer agressivo que se espalhou de forma veloz no País, disse que a operação Lava Jato renovou a confiança do brasileiro e tem sido um dos mais potentes tratamentos para este mal.

Para o parlamentar, durante muito tempo a política brasileira foi um paciente resignado, deixando as células corruptas corroessem os mais diversos setores, mas, agora começa a reagir, sendo este o “grande momento do País vencer o paradigma da corrupção”

Assim como outros políticos locais que já se manifestaram sobre a delação premiada de Joesley Batista, dono do grupo JBS, Cunha também evitou tocar diretamente nos nomes dos alvos principais.  

Sobre a PEC, o presidente Luiz Dantas (PMDB) garantiu que seu parecer será favorável para que a proposta seja votada em plenário.


Postado em 17/05/2017 às 18:23 0

Medeiros brinca com "oposição a oposição" de Cunha



Foto: Ascom/ALE

Deputado Ronaldo Medeiros

Um comentário do deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), líder do governo na ALE, arrancou risos dos colegas durante a discussão acerca do veto do governo ao Projeto de Lei de Lei que dispõe sobre a colocação de pontos sonoros adaptados no interior dos ônibus, para embarque e desembarque de pessoas com deficiência visual.

Ao ser criticado por Rodrigo Cunha (PSDB) depois de sugerir que o PL fosse levado ao governador Renan Filho (PMDB), Medeiros – que já havia se colocado contrário ao veto – brincou: “O deputado Rodrigo Cunha diz que não é oposição, mas, até quando eu concordo com ele, ele é oposição”.

Para contextualizar, antes, Cunha tinha afirmado em plenário: “Não sou de oposição, sou de posição do que é bom para o Estado e para a sociedade”.


Postado em 16/05/2017 às 17:14 0

Cunha cobra que PEC que reduz recesso parlamentar seja desengavetada



Foto: Assessoria/Arquivo

Rodrigo Cunha

O deputado Rodrigo Cunha (PSDB) cobrou que seja levada ao plenário a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), de sua autoria, que reduz o período de recesso parlamentar de 90 para 55 dias durante o ano.

Na sessão desta terça-feira, 16, o parlamentar disse que a proposta protocolada em julho de 2015 na Casa, com a assinatura dele e de mais nove deputados, foi arquivada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mesmo tendo sido considerada constitucional pelos relatores à época.

“A maioria dos membros presentes reconheceu que é constitucional e admissível, mas, discordou sobre o aspecto meritório”, disse Cunha, explicando que em um dos pareceres, o colega justificou a necessidade de um recesso de três meses alegando que “parlamentar que não mantém contato permanente com suas bases não tem condição de renovar seu mandato”.

“Quero que os parlamentares decidam se o projeto deve prosperar ou não, aqui no plenário. É inadmissível a matéria ser arquivada mesmo sendo considerada constitucional pela própria CCJ”, criticou.

Na justificativa da PEC, o deputado destaca que, desde 2006 o Congresso Nacional reduziu de 90 para 55 os dias de recesso parlamentar durante o ano.

Apoio

Em aparte, os deputados Isnaldo Bulhões e Jó Pereira, ambos do PMDB, se solidarizaram com o pronunciamento.

“Apoiei o projeto e acho que realmente vale a pena o recurso ser avaliado pelo plenário. Seria um avanço do legislativo redimensionar o nosso recesso, até porque o acúmulo de projetos é uma reclamação constante nas comissões e no plenário”, pontuou Isnaldo.

Jó Pereira reforçou que a CCJ ultrapassou seus limites de atuação: “A Comissão não pode fazer o papel do plenário. A Comissão tem o dever de apreciar a constitucionalidade e legalidade das matérias. Uma vez que isso seja detectado, cabe ao plenário analisar o mérito”.

O deputado Francisco Tenório, que presidiu a sessão, determinou que o projeto fosse localizado e tivesse andamento.


Postado em 16/05/2017 às 14:42 0

Paulão comanda sessão em homenagem a vereador executado



Foto: Divulgação

Deputado Paulão

Na quarta-feira, 17, às 14h, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, presidida pelo deputado federal Paulão (PT), realiza uma audiência pública para debater crimes cometidos contra LGBTs. A sessão, sugerida pelo parlamentar, será em homenagem a Renildo José dos Santos.

O alagoano Renildo era vereador por Coqueiro Seco quando foi sequestrado, torturado e assassinado, em março de 1993. De acordo com os autos, a homofobia foi uma das motivações para o crime que chocou Alagoas e repercutiu mundialmente pela brutalidade.

De acordo com matéria da Agência Câmara, Paulão destacou que, durante a sessão, redes nacionais e órgãos de estado terão oportunidade de apresentar aos parlamentares suas análises e possíveis soluções para a violência contra essa parcela da população.

Nesta segunda-feira, Paulão participou, em Maceió, do debate “Direitos Humanos em Tempos Sombrios”, promovido pela Comissão de Direitos Humanos na OAB/AL.


Postado em 15/05/2017 às 16:56 0

Vereadores trocam ofensas na tribuna e nas redes



Foto: Ascom/CMM-Montagem: Fillipe Lima/CM

Vereadores Siderlane Mendonça e Silvânio Barbosa

Os vereadores Silvânio Barbosa (PMDB) e Siderlane Mendonça (PEN) - que dividem o mesmo reduto eleitoral, no Complexo Benedito Bentes -, têm tido um ao outro como “alvo preferencial” de ataques na Câmara Municipal de Maceió (CMM) e fora dela.

Nas últimas semanas, o clima esquentou no meio virtual. Ao criticar um pronunciamento onde o rival comparou líderes comunitários a “prostitutas”, Silvânio afirmou, em suas redes sociais: “Prostituta é vossa senhoria”.

No mesmo post, ele também acusou o colega de compra de votos, de se vender ao grupo político do prefeito Rui Palmeira (PSDB) e, por fim, disse ter vergonha de ter uma pessoa “sem integridade moral” representando os maceioenses.

Em discurso na tribuna da Casa – também disponibilizado nas redes – Siderlane reagiu ao ser chamado de “invejoso”, classificou Silvânio de “exibicionista e covarde” e acusou o vereador, a quem se referiu como “amiguinho do governador”, de só levar festa para o Benedito Bentes, onde, segundo Siderlane, Silvânio não reside.  

Por fim, Siderlane disse que o colega é que tinha inveja dele. Tanta, “que caiu do caminhão ao saber que ele (Siderlane) tinha sido eleito vereador”.

O que o governador Renan Filho (PMDB) e o prefeito Rui Palmeira (PSDB), bem mais comedidos e cuidadosos em suas declarações, têm achado da “briga de comadres”?


Postado em 12/05/2017 às 17:45 0

Épico: ministro flerta com eventos “geeks”



Foto: Divulgação

Ministro em reunião sobre eventos geeks

Os eventos “geeks” podem entrar no foco do Ministério do Turismo. Nesta sexta-feira, 12, o ministro Marx Beltrão classificou como produtiva a reunião da qual participou ontem, sobre o fluxo turístico de eventos destinados ao público apaixonado por tecnologia, cinema, games, animes, séries e HQs.

O ministro alagoano conversou sobre o assunto com o presidente do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), Felipe Carreras, e com Pierre Mantovani, CEO do grupo Omelete e um dos responsáveis pela Comic Con Experience (CCXP), considerada a maior feira de cultura pop do planeta.

“O impacto crescente do segmento no turismo é impressionante, além de ser estimulante trazer as novas pautas e estudos para nossa gestão”, afirmou Marx, por meio das redes sociais.

Em dezembro do ano passado, a CCXP realizada em São Paulo reuniu um público de quase 200 mil pessoas, superando os 185 mil visitantes da Comic Con de Nova Iorque.

O evento confirmou que investir no setor pode ser épico...


Postado em 12/05/2017 às 15:01 0

Renan Filho realiza mudança na SSP; Lima Júnior fica



Foto: Bruno Levy/Arquivo

Secretário Lima Júnior apresentando dados da SSP

A delegada Luci Mônica irá deixar o cargo de secretária-adjunta de Segurança Pública, que passa a ser ocupado pelo delegado Acácio Júnior. Segundo o governador Renan Filho (PMDB), a mudança interna está relacionada a construção de novos equipamentos da Polícia Civil em Maceió e o fortalecimento  das delegacias especializadas.

Ainda conforme o governador, não haverá mudanças no comando da pasta, que segue com o Coronel Lima Júnior.


Postado em 11/05/2017 às 17:45 0

Presidente da Câmara deve ser homenageado na Câmara



Foto: Ascom/CMM/Arquivo

Vereador Kelmann Vieira

O presidente da Câmara Municipal, vereador Kelmann Vieira (PSDB) deve ser homenageado em breve pelos seus pares com o título de cidadão honorário de Maceió.

Tramita na Casa um Projeto de Decreto Legislativo, de autoria da vereadora Fátima Santiago (PP), concedendo o título a Vieira, que é natural de Arapiraca.

Na justificativa da proposta, a vereadora destaca a atuação de Kelmann como delegado da Polícia Civil e a contribuição do presidente do legislativo municipal para “a democracia e desenvolvimento de Maceió e de todo o Estado”.

 


Postado em 11/05/2017 às 17:10 0

Lessa vai recorrer ao plenário sobre Assembleia Constituinte



Foto: Agência Câmara/Arquivo

Deputado federal Ronaldo Lessa

O deputado federal Ronaldo Lessa disse que irá recorrer ao plenário da decisão do presidência da Câmara dos Deputados, que rejeitou a PEC 312, de sua autoria. A proposta trata da convocação de uma nova Assembleia Nacional Constituinte para 2018.

Em entrevista à imprensa nacional e por meio das redes sociais, Lessa disse que não há “explicação lógica” para a rejeição, pois, além de haver precedentes, a proposta obteve mais de 200 assinaturas.

“Estou confiante que consiga aprovar o nosso projeto para pacificar o país, superar essa crise econômica e dar um salto de qualidade na questão política”, afirmou.

A intenção é boa, mas, quem garante que a reunião, em Assembleia Nacional Constituinte, de parlamentares eleitos em 2018 - com poderes para modificar a Carta Magna - irá mesmo atender aos anseios da população?

Sobre a pergunta, ao protocolar a PEC, em abril deste ano, o deputado federal alagoano explicou que, após ser aprovada pelo Congresso Nacional, a nova proposta constitucional seria submetida a um referendo popular.

Quem topa pagar pra ver?


Postado em 10/05/2017 às 14:07 0

Deputado “barra” na CCJ projetos considerados inconstitucionais



Vanessa Alencar/CadaMinuto/Arquivo

Deputado Bruno Toledo

Se depender da relatoria do deputado Bruno Toledo (PROS) nenhum Projeto de Lei (PL) supostamente inconstitucional irá passar pela peneira da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da qual é integrante. Isto, aliás, é o que deveria ocorrer sempre, já que é esta a função primordial do colegiado: emitir parecer acerca da constitucionalidade ou não das matérias.

No Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 10, Toledo deu mostras dessa disposição, “passando a caneta” em três projetos.

O primeiro, de autoria do deputado Rodrigo Cunha (PSDB), dispõe sobre a colocação de cartazes nas farmácias com a lista de remédios do Programa Farmácia Popular. Segundo o parecer contrário a aprovação, a proposta interfere na competência do Governo Federal, responsável pelo programa e suas ações.

O segundo PL, da deputada Thaíse Guedes (PMDB), determina a implantação de alto falantes e amplificadores de som em todas as salas de aula das escolas públicas estaduais. Toledo argumentou que o projeto representa uma interferência na competência do Executivo Estadual de gerir aspectos ligados a educação e ao funcionamento de sua infraestrutura.

A terceira matéria, também de autoria de Thaíse Guedes, dispõe sobre a instalação de faixas elevadas para a travessia de pedestres em todas as vias próximas a estabelecimentos de ensino públicos e privados, shoppings, hotéis, supermercados e outros estabelecimentos em locais com grande densidade demográfica.

Em seu parecer, o deputado alegou que é de atribuição privativa da União a regulamentação de matéria de trânsito e transporte.

Quando um projeto é rejeitado na CCJ, lá mesmo ele é arquivado. Vale lembrar, no entanto, que o autor da proposta pode recorrer ao plenário da decisão da Comissão.

O fato é que, em casos flagrantes de inconstitucionalidade – não sei dizer se é a situação dos projetos em questão - pareceres puramente técnicos gerariam uma enorme economia de tempo e de “vetos”.