Greve: prefeituras alagoanas decretam situação de emergência

AFP/Arquivo 87d85d44 8a74 4f9c b7ec 4b19bc0988ed Greve dos caminhoneiros

Pelo menos duas prefeituras alagoanas, de Atalaia e Junqueiro, decretaram situação de emergência em decorrência da paralisação dos caminhoneiros, que está afetando a prestação de vários serviços públicos. Os decretos foram publicados no Diário Oficial dos Municípios desta terça-feira, 29.

 

Conforme o decreto assinado pelo prefeito de Atalaia, Francisco Vigário, o município está sofrendo com o desabastecimento de combustíveis na rede de postos da cidade e com a falta de alguns itens de alimentação utilizados nos serviços de atenção básica prestados pela prefeitura.

 

Segundo o gestor, diante da impossibilidade de manter o transporte escolar e universitário oferecidos pelo Município, as aulas na rede municipal estão suspensas até amanhã, 30, ficando o corpo docente e pessoal administrativo das escolas também dispensados de seus turnos de trabalhos.

 

Também estão suspensas as obras que necessitem do apoio das máquinas de propriedade do Município, mantidas pelo erário municipal, exceto as de caráter emergencial e a empresa responsável pela coleta e transporte de resíduos sólidos domésticos e comerciais poderá suspender os serviços em decorrência do desabastecimento de combustível ou quando atingida a capacidade máxima de armazenamento do centro de transbordo do lixo.

 

Já o prefeito de Junqueiro, Carlos Augusto Lima, destacou que, durante a vigência do decreto - ainda sem prazo para ser revogado - devem ser priorizadas as ações referentes às áreas de segurança, saúde, abastecimento de água, transporte público e controle sanitário.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan sugere demissão da diretoria da Petrobras e da equipe econômica

Foto: Reprodução Fdccff5a e76b 4254 848b c24d934646aa Renan Calheiros

O senador Renan Calheiros (MDB) defendeu a demissão, o quanto antes, da diretoria da Petrobras e da equipe econômica como uma das providências possíveis para conter os preços abusivos do gás de cozinha, da gasolina, do etanol e do óleo diesel cobrados pela estatal.

 

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o ex-presidente do Senado comparou a situação atual à crise cambial que inviabilizou os contratos de leasing - principal modalidade de financiamento de automóveis -, na época em que ele esteve à frente do Ministério da Justiça.

 

O senador lembrou que conseguiu reunir bancos, financeiras e montadoras parar firmar um termo de ajustamento dos contratos, baixando juros, aumentando prazos e renegociando dívidas, para que as parcelas voltassem a caber no bolso dos consumidores.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Renan repercute “chantagem” do governo para reduzir combustíveis

Agência Senado/Arquivo 68a78742 334f 488b 8540 43ac75458343 Renan Calheiros

Em meio à disparada de preços dos combustíveis e à greve dos caminhoneiros, que já reflete no desabastecimento em vários pontos do País, o senador Renan Calheiros (MDB) repercutiu, durante sessão no Senado na terça-feira, 22, a informação de que o Governo Federal estaria “chantageando” o Congresso Nacional para trocar a redução do preço dos combustíveis por aumento de impostos.

 

Calheiros citou que leu na coluna do jornalista Valdo Cruz, do G1, que um dos itens relacionados à chantagem para abaixar o preço da gasolina é a reoneração da folha de pagamento.

 

“Nós já temos, no Brasil, 13,7 milhões de desempregados. Reonerar a folha das empresas, neste momento, significa ainda mais demissão; significa que esse desemprego ainda vai aumentar mais. Isso é um absurdo!”, criticou o senador, acerca da "ideia de jerico".

 

Calheiros também comentou sobre o anúncio de que o Congresso fará uma comissão geral para discutir com a Petrobras mecanismos para reduzir o preço da gasolina: “O Congresso Nacional tem que fazer uma intervenção no bom sentido; não pode esperar comissão geral, nada... Comissão geral é conversa fiada, não vai a lugar nenhum –, e não pode aceitar a chantagem do Governo de querer reduzir o preço da gasolina em troca do aumento de impostos, especialmente da reoneração da folha”.

 

Ele sugeriu que, ao invés de participar da tal comissão geral, o Senado vote, com urgência, um novo critério de preços para a Petrobras.

 

E, por fim, creditou à crise atual ao ex-ministro da Fazenda – e pré-candidato à presidência – Henrique Meirelles (MDB): “É o ministro da Fazenda o comandante de tudo que acontece nas estatais, principalmente na Petrobras”.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Prefeitura abre seleção para agentes comunitários de saúde

Divulgação/Arquivo A89b3999 151b 4b99 8661 eeb1912b3697 Estrela de Alagoas

A Prefeitura de Estrela de Alagoas divulgou edital de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação, por tempo determinado, de agentes de saúde para atuarem em cinco Unidades de Saúde da Família (USF) do município. 

Estão sendo oferecidas oito vagas (nível médio), com salários de R$ 1.014 e carga horária de 40 horas semanais. 

As inscrições acontecem na próxima semana, dias 28 e 29 de maio, das 8h às 12h, no setor de Recursos Humanos, localizado no prédio anexo da Prefeitura Municipal.

Conforme o edital divulgado no site www.estreladealgoas.al.gov.br, só poderão se inscrever os candidatos que morarem na área de atuação de cada USF. 

O prazo de validade do PSS é de um ano, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Citando Renan, Jucá diz que palanques estaduais estão liberados

Agência Senado/Arquivo 9525db70 98fa 43c8 b7f1 fa0afb98c1bd Romero Jucá e Renan Calheiros

Em entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira, 22, após o lançamento da pré-candidatura do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, à presidência da República, o senador Romero Jucá (RR), presidente do MDB, afirmou que “os palanques estaduais estão liberados”.

 

Conforme reportagem do site Política Real, ao discorrer sobre as dissidências internas, Jucá citou os senadores Renan Calheiros e Eunício Oliveira (CE).

 

“O Renan Calheiros e o Requião são duas dissidências que a gente respeita, mas não concorda com as posições deles... Provavelmente, o MDB estará em palanques que terão mais de um candidato a presidente da República e será respeitado. Faremos campanha com a realidade que nós temos”, afirmou.

 

O que não tem remédio...

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Arthur Lira desabafa sobre “boatos e mentiras” e divulga vídeos de prefeitos

Foto: Facebook/Arquivo B7a38461 36a3 4c8c 9bec 909ff7a0e3b2 Deputado federal Arthur Lira (PP)

“Infelizmente, ainda existem aqueles que fazem o jogo sujo da política. Por isso à medida que nos aproximamos das eleições, nossos opositores começam a fazer ataques pessoais, em especial à minha honra e ética”, desabafou o deputado federal Arthur Lira (PP), nas redes sociais.

 

No texto e em vídeo publicados no fim de semana, o parlamentar acrescentou que, paralelamente aos referidos ataques, tem recebido o apoio de lideranças políticas e da população combatendo “boatos e mentiras” a seu respeito.

 

A propósito, Lira vem há dias divulgando vídeos com depoimentos de prefeitos agradecendo a ele e ao senador Benedito de Lira (PP) por emendas destinadas aos respectivos municípios.

 

Cordialidade política

 

Nas gravações surgem inclusive depoimentos de gestores do MDB ou aliados declarados do Palácio República dos Palmares.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Policial federal lança pré-candidatura ao Senado por AL

Foto: CadaMinuto/Arquivo 3a8f061b d42b 4e5e a248 9f99899dab03 Flávio Moreno, presidente do Sinpofal

Flávio Moreno (PSL-AL), presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Alagoas, anunciou nesta segunda-feira, 21, o lançamento de sua pré-candidatura ao Senado pela “Frente da Lava Jato”, ou Frente dos Agentes da PF, que acontece amanhã, às 18h30, em Brasília.

 

Durante o evento serão lançadas várias pré-candidaturas (em todas as esferas) de todas as regiões do País e será apresentado ao público o site oficial do projeto.

 

Em nota encaminhada à imprensa, Moreno - presidente do PSL estadual - também anunciou a presença, no próximo mês de junho, do presidenciável Jair Bolsonaro, do mesmo partido, em Alagoas.

 

Ainda conforme o texto divulgado, entre as bandeiras defendidas pelo pré-candidato, estão: militarização das escolas públicas; maior rigor penal; valorização da segurança; defesa da família; combate à corrupção; revogação do Estatuto do Desarmamento; redução da carga tributária e diminuição do Estado.

 

“Buscamos promover o combate à corrupção e lutar por uma real melhoria no sistema de segurança pública em todo o Brasil. Precisamos faxinar o país dos corruptos”, destacou Moreno.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Alegando dívidas de R$ 5 milhões, prefeitura reajusta em 40% tarifas de água e esgoto

Divulgação/Assessoria/Arquivo 5bc3160d afb8 409b 806d 80bddc64d8bc SAAE Atalaia

A partir do dia 11 de junho deste ano, os usuários dos serviços de água e esgoto de Atalaia pagarão 40% a mais nas tarifas aplicadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). Assinado pelo prefeito Chico Vigário, o decreto determinando o reajuste foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do dia 11 de maio. 

No documento, o gestor justifica o aumento alegando a necessidade de recompor as perdas inflacionárias acumuladas entre 2015 e 2018; o fato de as despesas estarem ultrapassando as receitas; e as dívidas em torno de R$ 5 milhões do SAAE com a Eletrobras Alagoas, Atalaia Prev e fornecedores.

Ainda conforme a publicação, o reajuste será aplicado em parcela única, passando a tarifa residencial mínima de água e esgoto (até dez metros cúbicos) a ser de R$ 35,00; a tarifa comercial mínima (até dez metros cúbicos), R$ 52,92; a tarifa industrial mínima (até doze metros cúbicos), R$ 37,29; e a tarifa pública mínima (até vinte metros cúbicos), R$ 77,56.

O decreto entrará em vigor no dia 11 de junho de 2018.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Roubo ou furto: segunda via de documentos será de graça em AL

Ilustração/Internet 27cfb87e fc61 4305 a4ad 9f771d76c934

Os alagoanos que tiverem os documentos roubados ou furtados, desde que expedidos por órgãos públicos estaduais, a exemplo da Carteira de Identidade (RG) e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), serão isentos do pagamento das taxas para retirada de segunda via.

 

Na sessão de ontem, 16, os deputados derrubaram, por unanimidade, o veto governamental ao Projeto de Lei, de autoria do deputado Antonio Albuquerque (PTB), que dispõe sobre a isenção.

 

Com a derrubada do veto, caso o governador Renan Filho (MDB) não sancione a lei em 48 horas, ela pode ser promulgada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luiz Dantas (MDB).

 

Para ter direito ao benefício, é necessário apresentar a cópia do Boletim de Ocorrência (BO) no ato do pedido de segunda via, em um prazo máximo de até 30 dias após o registro policial do roubo ou furto.

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Projeto de vereador revoga “batismo” de Viaduto João Lyra

Foto: Fotos Alagoas/Arquivo 1352839733viaduto joao lira 2 Viaduto João Lyra

Tramita na Câmara Municipal de Maceió (CMM) um Projeto de Lei, de autoria do vereador Eduardo Canuto (PSDB), revogando o “batismo” do Viaduto João Lyra, que interliga as Avenidas Leste-Oeste e Álvaro Calheiros, em Mangabeiras. A matéria já recebeu parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

 

Pelo projeto, dez anos depois de receber o nome do industrial João Lyra - Lei 5.675, de 11 de Janeiro de 2008 -, o viaduto será rebatizado como “Dr. Aurino Malta”, em homenagem ao advogado e ex-presidente da OAB/AL, falecido em 2007.

 

A mudança já era prevista no PL encaminhado ao Poder Legislativo Municipal, em maio de 2017, pelo prefeito Rui Palmeira (PSDB), modificando a denominação de uma série de bens públicos da capital que homenageiam pessoas vivas.

 

Segundo a proposta do Executivo, no entanto, o novo nome do viaduto seria Jorge de Lima (poeta e  romancista de renome nacional).

 

Em conversa com o Blog, Canuto explicou que a matéria de origem governamental foi enviada já com a lista de todos os homenageados, mas houve um entendimento para que os vereadores pudessem participar das escolhas, recompondo os nomes. “Entrei com a revogação neste caso específico e, no projeto coletivo, vamos aguardar a posição do governo”, contou.

 

Baseado na Lei Federal 6454/1977, que veda no seu artigo 1º o batismo a bem público, de qualquer natureza, em homenagem a pessoa viva, o Projeto de Lei encaminhado há um ano pelo Executivo propõe as seguintes mudanças:

 

01) Avenida Márcio Canuto – Avenida Waldemir Rodrigues (jornalista esportivo);

02) Avenida Milton Hênio – Avenida Jofre Soares (ator de renome nacional);

03) Avenida Juiz Diógenes Tenório – Avenida Carlos Moliterno (poeta, jornalista, crítico literário e ex-presidente da Academia Alagoana de Letras);

04) Avenida Ministro Márcio Fortes – Avenida Juiz Hélder Loureiro (magistrado do Judiciário Alagoano);

05) Avenida Senador Carlos Lyra – Avenida Mestre Verdelinho (ícone do folclore alagoano);

06) Rua Alves Correia – Rua Chargista Manuel Nunes Lima (jornalista, cronista e chargista pioneiro no Estado);

07) Viaduto Washington Luís – Viaduto Nise da Silveira (psquiatra de renome internacional);

08) Viaduto João Lyra – Viaduto Jorge de Lima (poeta e  romancista de renome nacional);

09) Escola Suzana Palmeira – Escola Maria Tereza Barreiros Barbosa (ex-primeira-dama de Alagoas ligada às causas filantrópicas);

10) Escola Luiz Pedro da Silva II – Escola Jornalista Gilvan Ferreira

11) Escola Luiz Pedro da Silva V – Escola Carmem Omena (pesquisadora e folclorista);

12) Escola Maria Cecília Pontes Carnaúba – Escola Professora Tereza Cristina Alves da Silva;

13) Ginásio Arivaldo Maia – Ginásio Jurandir Costa (radialista).

 

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com