Temer deveria nomear Eduardo Cunha como ministro, ironiza Renan

Antônio Cruz/ABr/Arquivo 7167de05 19fa 45f9 ad3e caf543537b5f Renan Calheiros e Eduardo Cunha

O senador Renan Calheiros (PMDB), que vem subindo o tom do discurso de oposição, afirmou que a nomeação do deputado Carlos Marun (PMDB-MS) para a Articulação Política do governo federal foi uma indicação do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e demonstra “muita cara de pau” do presidente Michel Temer (PMDB).

“Já que queria nomear, ele deveria ter sido mais inteligente... Chega de intermediários! Ele poderia nomear diretamente o Eduardo Cunha para ser ministro da Articulação Política”, ironizou, lembrando que, mesmo preso, o ex-presidente da Câmara continua mandando e montando o governo.

Em discurso realizado ontem, 22, no Senado, Calheiros lembrou o histórico de nomeações que, segundo ele, teriam sido indicadas por Cunha, a quem atribuiu à função de construir a estratégia “da ponte para o retrocesso”.

Em sua fala, o alagoano frisou ainda que os brasileiros estão perdendo tudo por conta do governo Temer, citando como exemplo o corte de programas sociais e o aumento no preço do gás de cozinha

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Horário de expediente de médicos será divulgado nas unidades de saúde: “Se Dr. Fulano não tiver, denuncie”

Reprodução 1dbdd28e 8692 4c64 aa9d 1fb7a1a599a0 Thomaz Nonô anuncia placas informativas em unidades de saúde

O secretário de Saúde de Maceió, Thomaz Nonô, anunciou que todas as unidades de saúde da capital terão placas informativas com dados sobre o horário de atendimento dos profissionais (com nomes e especialidades, no caso dos médicos), cronograma semanal de atividades e lista dos serviços oferecidos em cada unidade.

“Reclamam muito de quem são os médicos da prefeitura, os enfermeiros, quem atende, que horas atende... Agora estará lá na placa o horário, a categoria e o nome do profissional que atende”, explicou o secretário em um vídeo divulgado nas redes sociais.

“O cidadão quando chegar sabe quem é o médico. E eu peço que a população fiscalize e denuncie... Se lá (no quadro) tiver Dr. Fulano de Tal e o Dr. Fulano não tiver, diga para a gente fazer o que já temos feito: cortar o salário sem dó nem piedade”, apelou o secretário.

Segundo Nonô, somente na pasta da saúde, os cortes nos salários dos faltosos somam cerca de R$ 600 mil por mês.  

“Sabemos que a maioria dos profissionais da saúde do município são pessoas sérias e comprometidas. Mas infelizmente a população ainda sofre com alguns poucos que não estão nem aí para atendê-los. Desde o início, meu compromisso foi levar um atendimento digno aos maceioenses, e tomei algumas providências para isso, como o corte do ponto daqueles médicos que não vão trabalhar”, acrescentou o secretário em sua página pessoal no Facebook.

Confira o vídeo:

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Belo adormecido: Prefeitura lança pacote de incentivos para "acordar" Jaraguá

IZP/Arquivo A798fe45 5fb9 401a b234 0a67b7f6fd08 Jaraguá em um dos períodos áureos

Trazer Jaraguá de volta a sua época áurea ou pelo menos movimentar a região, com a atração de investimentos e, consequentemente, do público, é uma das metas do Projeto de Lei que institui a política de benefícios e incentivos fiscais e urbanísticos para a ocupação do bairro. A matéria foi publicada no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 22, pelo prefeito em exercício de Maceió, Marcelo Palmeira (PP).

Um dos principais pontos do PL é o pacote de incentivos fiscais - com redução de até 50% em impostos (IPTU, ISSQN), taxas e licenças -, urbanísticos e de infraestrutura para atrair investimentos em diversas atividades para o bairro.

Os benefícios fiscais não serão concedidos aos imóveis sem uso, terrenos, edificações em ruínas ou que estejam inadimplentes com a Fazenda Municipal.

Conforme a matéria, algumas das propostas relacionadas à infraestrutura já estão em andamento. Elas envolvem a construção do Terminal Rodoviário de Transferência, inauguração do Centro Pesqueiro do Jaraguá, recuperação do sistema viário, reforço na iluminação pública, mudança da sede da prefeitura e de algumas secretarias para o local e a realização de eventos culturais na região.

Também será criado o Fundo Municipal de Investimentos em Áreas Incentivadas para garantir que a receita gerada com a aplicação de instrumentos urbanísticos no Polígono de Reabilitação do Jaraguá seja investida neste mesmo território, na manutenção dos espaços públicos, realização de eventos culturais e turísticos e melhorias na infraestrutura.

Este último ponto é importante para evitar que os investidores sejam abandonados pelo poder público após o boom da área, como ocorreu em passado recente.  

Vamos torcer para que, com a iniciativa do Executivo, seja dado um novo voto de confiança para acordar o belo e adormecido Jaraguá.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

‘Lista’ pode reduzir preço do combustível em AL?

Cortesia ao Blog 996ae3ad 6d6a 4f3a 9716 237ce77c3673 JHC se reuniu com integrantes do Sindicombustíveis

Depois de se reunirem com o deputado federal JHC (PSB), representantes do Sindicombustíveis de Alagoas ficaram de encaminhar ao parlamentar uma lista com sugestões para que o Congresso Nacional contribua com a redução do custo final do combustível para os consumidores.

Durante o encontro, que aconteceu nesta segunda-feira, 20, em Maceió, os representantes discorreram sobre várias questões do setor, entre elas as tributações federal, estadual e municipal e o pagamento de taxas destinadas a órgãos como ANP e Ibama.

A reunião aconteceu dias depois de JHC ter requerido à Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados a abertura de inquérito administrativo junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para investigar o reajuste abusivo no preço do combustível em Maceió.

O deputado disse ao Blog que o grupo esclareceu pontos sobre a cadeia do combustível, a nova política de preço da refinaria – variável conforme o dólar e o valor do barril de petróleo -, e os custos operacionais em Alagoas.

Tais custos seriam percentualmente maiores que em outros estados em relação à receita, por conta do grande número de postos existentes.

Enquanto as sugestões/soluções não vêm, independente de quem tem razão, o consumidor segue pagando o (salgadíssimo) preço da conta.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Brasileiros ‘votam’ pelo fim do auxílio-moradia... E o resto?

Ilustração/Em.com.br 96840896 a1c2 427a 8c8f 4f74cf534ac7 Privilégios de uma minoria

Mais de meio milhão de brasileiros votou pelo fim do auxílio-moradia para deputados federais, senadores e juízes, em uma consulta pública realizada pelo portal do Senado Federal. Conforme divulgado pela Agência Senado, a Sugestão Legislativa que tramita na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) é a de maior apoio popular.

 

Ainda segundo divulgado pela Agência Senado, qualquer pessoa pode apresentar uma ideia de projeto, mas somente àquelas que tiverem o apoio de 20 mil internautas ou mais em quatro meses se transformam em Sugestão Legislativa e são encaminhadas à CDH.

 

Na comissão, a proposta recebe parecer pela transformação ou não em projeto de lei ou outro tipo de matéria.

 

Até a manhã desta terça-feira, 21, a proposta contava com 547.813 votos favoráveis e 2.682 contra (https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=130204).

 

A proposta é válida, mas, ainda incompleta.

 

É bom lembrar que o auxílio-moradia é apenas uma das inúmeras benesses (férias ‘vitaminadas’, auxílio-saúde, etc.) destinadas a uma pequena e privilegiada casta, que inclui além dos parlamentares e juízes citados na Sugestão Legislativa, integrantes dos ministérios públicos e tribunais de contas.

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Vaga preferencial: multa pode saltar para R$ 1.500

Foto: Cortesia/Arquivo 2e7fb2ae 4b90 49b4 8b69 25e5cfa9df70 Veículo estacionado irregularmente em vaga de idoso

A multa para o condutor que estacionar indevidamente em vagas destinadas a idosos ou pessoas com deficiência pode aumentar em cinco vezes, passando de quase R$ 300 para cerca de R$ 1.500. A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou nesta semana o Projeto de Lei, de autoria do deputado federal Pedro Vilela (PSDB), alterando o Código de Trânsito Brasileiro.

Conforme informações da Agência Câmara, a proposta original do parlamentar alagoano previa detenção de seis meses a dois anos para o motorista infrator, mas a relatora na Comissão, deputada Leandre (PV-PR), entendeu que a punição era desproporcional e alterou o projeto.

Ainda segundo o texto, em caso de reincidência no prazo de um ano, o condutor terá o direito de dirigir suspenso e pagará em dobro o valor da primeira multa.

O projeto ainda será analisado pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

CRB: vereadora critica juiz e 'baixaria' de maus torcedores

Ascom/CMM/Arquivo 3c644051 560b 4149 b671 c0bd4af5d9cf Vereadora Silvânia Barbosa

A vereadora Silvânia Barbosa (PRB) usou a tribuna da Câmara Municipal de Maceió (CMM) na tarde de ontem, 16, para pedir aos torcedores regatianos que compareçam ao Rei Pelé na tarde de sábado, 18, para apoiar o CRB, que enfrenta o Paraná para garantir a permanência na Série B.

Conselheira do clube, Silvânia aproveitou também para desabafar acerca da conduta virulenta de alguns torcedores – diante da possibilidade do time ser rebaixado - e criticar a atuação do juiz que apitou a partida de terça-feira, quando o time da casa venceu o Goiás por 2 a 1. Segundo ela, o árbitro “fez de tudo para prejudicar o CRB”.

“Muitos acharam que o clube ia ser rebaixado, disseram ‘n’ coisas com a diretoria, com o presidente, com os jogadores... Houve brincadeiras, questionamentos e ameaças muito pesadas... Nenhum jogador quer ter no currículo a passagem em um clube que foi rebaixado... É até medíocre pensar isso”, desabafou, frisando que antes de ser presidente, Marcos Barbosa - deputado estadual e marido da vereadora - é torcedor: “Ele jamais ia querer que o clube fosse rebaixado”.

“Graças a Deus ganhamos o jogo e em momento algum desacreditamos no time, mas tem torcedor que é de momento, que critica, que vai para o xingamento pessoal, mas não dá uma palavra de apoio... Foram ditas algumas críticas pesadas, xingamentos pessoais por pessoas que se escondem nas redes sociais”, acrescentou.

Em aparte, o vereador azulino Silvio Camelo (PV) se solidarizou com a colega, sem perder a piada: “Nós que já estamos na Série B ficamos numa situação cômoda de torcer também para que o outro alagoano representante do Estado continue na Série B... Desejo que tenha essa alegria junto com a segunda maior torcida de Alagoas”.

“Será uma honra disputar a Série B com o CSA... E mais ainda com seis pontos na frente”, respondeu a vereadora, entrando na brincadeira.

No sábado, o CRB precisa apenas de um empate para garantir a permanência na Segunda Divisão.

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Enquete: ‘Você gosta das catracas dos ônibus urbanos?’, pergunta vereador

Foto: Thiago Davino/Cada Minuto/Arquivo 3dd07c5f de7e 4a9e bc33 2e99dc1129db Silvânio Barbosa

O vereador Silvânio Barbosa (PMDB) divulgou uma enquete no Stories de seu Instagram (silvaniobarbosaoficial), perguntando aos passageiros se eles gostam ou não das catracas instaladas nos ônibus de Maceió há alguns meses. Até por volta das 14h40, o não estava contava com 86% de votos, contra 14% do sim.

Silvânio é autor de um Projeto de Lei que tramita na Câmara Municipal de Maceió (CMM) para diminuir a altura das catracas duplas, que ele chama de “gaiolões”. Os equipamentos vêm sendo alvo de reclamações por parte dos usuários do transporte público.

Ele contou que também tem recebido, por meio das redes sociais, queixas de passageiros relatando constrangimentos para passar na catraca, daí a ideia de criar a enquete.

Por outro lado, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb) ressalta que o equipamento melhorou a segurança dentro dos coletivos e diminuiu a evasão de receitas.  

E você? O que acha?

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Partido quer Judson e outros “fichas limpas”: ‘O PTN era de aluguel, o Podemos não’

Arlindo Tavares/Cortesia/Arquivo 13792479340281 Omar Coêlho

O presidente do Podemos em Alagoas, Omar Coêlho, convidou publicamente o ex-deputado estadual Judson Cabral (PT) para disputar pela legenda uma vaga na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

 

“PODEMOS conversar? Aqui é o seu lugar”, comentou Omar na postagem onde Cabral - que ocupa a presidência do Serviços de Engenharia de Alagoas (Serveal) - anunciou que irá disputar novamente uma cadeira na Casa de Tavares Bastos, no pleito eleitoral de 2018.

 

Omar disse ao Blog que ainda está agendando uma conversa com o ex-deputado - que vem sendo cortejado por várias siglas - e contatando outros nomes “fichas limpas”.

 

“O partido estava entregue às baratas, estamos tendo um trabalho danado para organizá-lo inicialmente e não pretendo iniciar o ano que vem nessa situação de precariedade total... O PTN era partido de aluguel e o Podemos não o é!”, avisou o presidente da legenda.

Recado dado a quem interessar possa...

 

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Novo Código Penal: Raimundo Palmeira diz que Brasil vive “histeria punitiva”

OAB/AL/Arquivo F6a15dc7 8b2d 40cb a210 02c27ae4556d Raimundo Palmeira

Representando a OAB Nacional em audiência ocorrida na semana passada, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o conselheiro federal por Alagoas, Raimundo Palmeira, discutiu juntamente com outros especialistas em Direito, sugestões de reforma do Código Penal.

Conforme matérias divulgadas pela Agência Senado e pela assessoria de Comunicação da OAB/AL, o advogado criminalista disse que o Brasil vive uma “histeria punitiva”, ao criticar algumas das mudanças propostas.

 “Vou ter muito cuidado com o que vou dizer, mas eu me preocupo muito no Brasil com a interpretação aberta demais das leis para que a ditadura não tenha trocado de roupa: tirado a farda e vestido outras vestes”, afirmou.

Palmeira também demonstrou preocupação com o fato de o País estar vivenciando um estado de exceção, “onde a lei é interpretada ao prazer dos tribunais superiores” e  criticou a forma como a condução coercitiva vem sendo adotada.

“As sequelas da execração pública de um processo penal são irressarcíveis, como no caso do reitor da Universidade de Santa Catarina que cometeu suicídio após ser preso e cuja revisão criminal nenhuma trará de volta. Infelizmente neste quadro as leis devem ser claras para evitar uma ditadura dos intérpretes aplicadores da lei”, pontuou.

Que o tema é polêmico e rende muita discussão é fato, mas, é fato também que mudanças que aliviem nossa enorme sensação de impunidade sejam realizadas.  Esse é o clamor – e não a histeria – da sociedade.

O relator do Projeto de Lei 236/2012 que reforma o Código Penal é o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Deixe seu comentário Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.
Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com