Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves

Postado em 30/12/2013 às 10:51 0

Tarciso Freire: “Não assumi compromisso com nenhum pré candidato a federal”


Por Roberto Gonçalves

O vereador Tarciso Freire, (PSD) detentor de cinco mandatos no Legislativo de Arapiraca e pré-candidato a deputado estadual em 2014, afirmou que não assumiu compromisso com nenhum pré-candidato a deputado federal nem deputado federal candidato à reeleição. Freire que pode ser a grande surpresa nas eleições de 2014 assegura que tem compromisso firmado com 23 suplentes de vereador sendo dois, no exercício do mandato. 
Na ultima eleição quando disputou uma das vagas para a Casa de Tavares Bastos, obteve 14 mil votos, em 2014 tem a convicção da sua vitória confiante na ampliação do seu trabalho no Centro Multidisciplinar que leva o seu nome e que atende crianças especiais de Arapiraca e região além de manter contatos com lideranças políticas de todo o Estado com foco maior na Região Metropolitana do Agreste (RMA). Freire vem desenvolvendo ações sociais comunitárias em Arapiraca há vários anos citando como exemplo creche o centro multidisciplinar e uma auto-escola . 

 


Postado em 28/12/2013 às 06:53 0

Grupo situacionista em Arapiraca está praticamente esfacelado


Por Roberto Gonçalves

O grupo situacionista em Arapiraca, no poder há 17 anos no comando do ex-prefeito Luciano Barbosa (PMDB) e Célia Rocha (PTB) demostra sinais de enfraquecimento neste final de 2013 e com vistas as eleições de 2014. Um dos pontos está focado na falta de sintonia entre a gestora e o seu antecessor, em entrevistas as emissoras de rádio locais neste final de ano, a prefeita deu a mão a palmatória ao classificar com nota zero o seu primeiro ano do terceiro mandato a frente da Prefeitura de Arapiraca. 
A prefeita afirmou que o primeiro ano da sua gestão foi dedicado a colocar a casa em ordem. O estranho é que recebeu o comando do seu aliado Luciano Barbosa, considerado como exemplo de gestor público nos dois mandatos. Como fato positivo em 2013, focou a emenda de R$ 10 milhões de autoria do senador Renan Calheiros (PMDB) destinados a construção do Centro de Convenções na área do Lago da Perucaba.  
Outro ponto negativo na gestão Célia Rocha é a total falta de transparência nas ações administrativas. Um dos exemplos, é o esquema para a concessão para pessoa física para gerir o matadouro público. As reuniões com marchantes empresários e com os vereadores foram realizadas por “debaixo do pano”. Qual grupo financeiro saiu vitorioso na transação para gerir o empreendimento? A população precisa e deve saber. Nem a assessoria de imprensa do Legislativo tampouco do Executivo emitiram matérias esclarecendo detalhes da transação entre o público e o privado. 
Pré-candidatura de Aurélia Fernandes 
O anuncio da pré-candidatura da vereadora Aurélia Fernandes (PMDB) a deputada estadual em 2014, é outro sinal do esfacelamento do grupo que não demostra unidade com vistas as eleições de 2014. O deputado Ricardo Nezinho (PMDB) do grupo de Célia Rocha e Luciano Barbosa vai para a reeleição do terceiro mandato. O suplente de deputado estadual e comunicador Alves Correia (PTB) é outro pré-candidato a ALE em 2014, além do ex-vereador Daniel Rocha (PTB) atual secretário municipal de Ação Social e filho de Célia Rocha.
No grupo situacionista em 2014, é cada um por si, pelo visto a disputa será bastante acirrada.   Em outra raia correndo por uma vaga na ALE em 2014 está o vereador Tarciso Freire, (PSD) que tem a experiência de cinco mandatos e na ultima disputa por uma das vagas na Casa de Tavares Bastos obteve mais de 14 mil votos. Já a vereadora Aurélia Fernandes está no primeiro mandato  e foi a mais votada com 4.432 votos.   

 


Postado em 27/12/2013 às 13:25 0

Ex-prefeito de Arapiraca João Nascimento está internado no Artur Ramos


Por Roberto Gonçalves

O ex-prefeito de Arapiraca e ex-deputado estadual João do Nascimento (PSDB) encontra-se internado no Hospital Artur Ramos em Maceió onde foi submetido a uma cirurgia para desobstrução de uma coronária. De acordo com informações de familiares o ex-prefeito reagiu bem ao procedimento cirúrgico e será submetido a uma bateria de exames neste sábado. 
João Nascimento foi prefeito de Arapiraca no período de 1978 a 1982, foi deputado estadual e suplente de senador tendo assumido o cargo em 1990, em lugar do titular o então senador Teotônio Vilela Filho, em seu primeiro mandato.    

 


Postado em 27/12/2013 às 11:35 0

Governo do Estado entrega 4.432 títulos de terra em Arapiraca


Por Roberto Gonçalves

Em solenidade realizada na manhã desta sexta-feira, 27, no Ginásio do Clube dos Fumicultores de Arapiraca o vice-governador José Thomaz Nono (DEM) representando o governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) fez a entrega simbólica de 4.432 títulos de propriedade de terra beneficiando agricultores de 25 municípios do Sertão e Agreste do Estado. O ato contou com a presença do Secretário de Estado da Articulação Política, Rogério Teófilo, presidente do Iteral, Alan albino e presidente da Emater Inez Pacheco além de agricultores e representantes de representantes de movimentos sociais. 
A ação foi coordenada pelo Instituto de Terras de Alagoas (Iteral) e beneficiará cerca de 30 mil alagoanos de 25 municípios que fazem parte dos Núcleos Fundiários de Arapiraca, Santana do Ipanema e Delmiro Gouveia. O vice-governador José Thomas Nono anunciou na solenidade que o  governador Teotônio Vilela enviou projeto à Assembleia Legislativa projeto de lei que garante isenção das despesas para a documentação a todos os proprietários de terra.
A regularização da propriedade beneficiará agricultores familiares que além da posse da terra, com título nominal, poderão ter acesso às políticas públicas do Governo Federal, como aquisição de crédito a juros baixos, e aposentadoria do INSS.
Em seu discurso, o vice-governador José Thomas Nono, afirmou que o Governo de Alagoas não faz o que quer, e sim o que pode fazer com foco para aqueles que mais precisam da mão do Estado, os pequenos agricultores. “O Governo Teotônio Vilela não vai pagar pelo preço da omissão, foram necessários 20 anos para que esse sonho dos pequenos agricultores fosse realizado”, assegurou Nono. Estamos dando aos agricultores uma ferramenta de trabalho resgatando um débito de 28 anos, completou Nono. O vice-governador destacou o trabalho do Iteral nesse processo através do seu presidente Alan Balbino. 
O presidente da Federal dos Trabalhadores na Agricultura – (Fetag) Genival Oliveira, em seu discurso, afirmou que o sonho foi realizado e destacou a redução dos valores para escritura das terras encaminhado pelo governador Teotônio Vilela Filho A Assembleia Legislativa Estadual cujo valor ficará em torno de R$ 30,00. A presidente da Emater, Ines Pacheco destacou o fortalecimento da agricultura familiar e a agregação de valor a produção agrícola. A Emater está a disposição de todos os  agricultores de Alagoas, completou. 
O secretário de Estado da Articulação Política, Rogério Teófilo, em seu discurso, destacou a importância social da regularização do título da terra realizando um sonho de quase cinco mil agricultores e alimentando a esperança dos sertanejos e agrestinos. Teotônio Vilela Filho foi o governador que deu maior atenção ao sertanejo através das ações e programas com destaque para o Canal do Sertão e a distribuição de água através de 460 carros pipas diariamente levando água as localidades do semiárido de Alagoas. Os agricultores que não possuíam documentos comprovando a posse de terra poderão, a partir de agora poderão comprovar a propriedade e ainda adquirir benefícios, que vão desde o acesso aos recursos do Governo Federal, variando de mil, a cinquenta mil reais, com carência de três anos para o primeiro pagamento, à aquisição de financiamento por 17 anos. Eles também poderão comprovar direito a aposentadoria junto ao INSS, completou.

Durante a solenidade, foi lançado o calendário de entrega de outros títulos que serão feitos continuamente. Até março de 2014, o Estado entregará mais 797 títulos de posse de terra nos municípios de Pindoba e Paulo Jacinto referentes a convênio com o Governo Federal. Com a soma desses títulos, serão 5 mil títulos, tornando o governador Teotônio Vilela Filho o maior regularizador de terras da história de Alagoas.


Postado em 26/12/2013 às 07:57 0

Conjuntos habitacionais ocupam áreas destinadas à agricultura em Arapiraca


Por Roberto Gonçalves

Grandes áreas de terras que eram utilizadas no passado, na cultura do fumo em Arapiraca que na década de 70 chegou a ser considerada a maior área continua do produto na América Latina estão sendo ocupadas para a construção de conjuntos habitacionais do programa do Governo Federal, Minha casa minha vida em todas as áreas do município. Terras férteis da zona rural como Cavaco, Capim, Bananeiras, Canaã estão sendo loteadas e comercializadas na grande corrida imobiliária.

A ocupação imobiliária não só em Arapiraca, mas nas demais cidades que fazem parte da Região Metropolitana do Agreste – (RMA)  superfaturou o valor da tarefa de terra antes comercializadas ao preço de R$ 15 e R$ 20 mil para R$ 100 mil. Apesar de ainda existirem muitos espaços na área urbana da cidade a construção civil continua ocupando de forma desordenada as áreas utilizadas na agricultura familiar, sobretudo espaços destinados a agricultura de subsistência a exemplo do feijão, milho, mandioca, inhame além da fruticultura e hortaliças uma das vocações da agricultura familiar após a diversificação da agricultura com a queda da cultura fumageira.

Em entrevista concedida as emissoras locais, no ultimo  sábado 21, a prefeita Célia Rocha (PTB), anunciou a construção de mais três mil unidades habitacionais e que diante do problema, serão construídas em espaços urbanos. A prefeita informou que o déficit habitacional em Arapiraca para as famílias de baixa renda é de 4.632 moradias. A gestora municipal disse que a construção dessas novas unidades habitacionais vai reduzir o problema de quem ainda não tem uma casa própria.

Sem nenhuma estrutura 

Os conjuntos residências são construídos e entregues a população de baixa renda sem nenhuma estrutura no que diz respeito à saúde pública, transporte, segurança pública, fornecimento de água e energia elétrica.  Um dos exemplos foi o conjunto habitacional Nossa Senhora Aparecida entregue recentemente com 999 unidades residências entregues sem água e sem energia elétrica.  

Os problemas mais graves estão concentrados em um dos maiores conjuntos do município o residencial Brisa do Lago  com duas mil unidades. Os moradores sofrem com a falta de estrutura urbana. Uma das questões mais reclamadas pelos comunidade é a falta de segurança pública.  Segundo eles, os roubos, arrombamentos e assaltos ocorrem à luz do dia e o policiamento continua insuficiente. “Construíram essa comunidade bem distante e isolada da cidade. Fomos jogados aqui e esquecidos pelo poder público municipal. Esse conjunto parece mais um depósito de gente”, detonou um morador.

Outro morador explicou que durante a campanha eleitoral de 2012 a então deputada federal Célia Rocha e o ex-prefeito Luciano Barbosa (PMDB) além de candidatos a vereadores estiveram no local e prometeram melhorias. “Espero que os eleitos há um ano façam alguma coisa por nós. Não adianta só jogar a culpa no governo do Estado pois a Prefeitura poderia criar uma guarda municipal e direcionar parte do efetivo para cá”, pontuou.


Postado em 24/12/2013 às 08:16 0

Mais sete médicos cubanos chegam a Alagoas para atuar no Programa Mais Médicos


Por Repórter: Fabiano Di Pace

Mais sete médicos cubanos chegaram a Alagoas neste fim de semana para atuar nos municípios de Chã Preta, Penedo, Palestina, Tanque D’Arca, Santana do Ipanema, Igreja Nova, Ouro Branco e postos da saúde indígena. Ao todo o Ministério da Saúde já enviou 129 profissionais para atuar no Programa Mais Médicos, ampliando o alcance e a eficiência da Atenção Básica no Estado.
 
Os médicos cubanos já assumiram seus postos de trabalho nesta segunda-feira (23) e não poderão atuar em nenhuma outra área da saúde, sendo exclusivos da Atenção Básica. “Os médicos são capacitados e preparados para atuar na Estratégia de Saúde da Família, atuando na prevenção e tratamento de doenças”, ressaltou a diretora.
 
Isso porque, é comprovado que, mais de 80% das doenças podem ser evitadas na Atenção Básica, que tem como foco a orientação da população e a prevenção. “Desse modo conseguimos evitar que as pessoas tenham complicações e necessitem de atendimento na média e alta complexidade”, destacou Cláudia Cerqueira.
 
Capacitação – Como parte do processo de qualificação, os médicos integrantes do Programa Mais Médicos participarão de um Curso de Especialização em Saúde da Família. O curso é coordenado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), sendo realizado à distância, através da internet, com uma aula presencial realizada mensalmente no campus Maceió da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).
 
De acordo com a tutora e coordenadora do Programa Mais Médicos em Alagoas, Ivana Pita, o curso tem duração de um ano e vai contar com a participação de todos os médicos do programa. “Todos os profissionais realizarão o curso de especialização, ampliando ainda mais seu leque de conhecimentos, garantindo a população um atendimento altamente qualificado e pautado em princípios éticos e tratamento humanizado”, informou.
  


Postado em 21/12/2013 às 08:35 0

Vestibular 2014: Inscrições começam em 13 de janeiro


Por Assessoria

A Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) publicou na manhã desta sexta-feira (20), no Diário Oficial do Estado (DOE), o Edital que estabelece as regras para o concurso Vestibular 2014. As inscrições terão início no próximo dia 13 de janeiro e serão encerradas no dia 27 do mesmo mês.

De acordo com o documento, as provas serão realizadas nos dias 16 e 17 de fevereiro. Serão disponibilizadas 1.040 vagas para os 30 cursos de licenciatura e bacharelado ofertados pela instituição em seus seis campi.

Segundo o edital, a avaliação intelectual dos candidatos ocorrerá  em única etapa, em dois dias de provas, conforme cronograma estabelecido no documento. No primeiro dia de exame serão aplicadas Provas Objetivas versando sobre Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Redação para todos os Grupos de Cursos. No segundo dia serão aplicadas Provas Objetivas, de acordo com o Grupo de Cursos de opção do candidato.

O valor da inscrição está fixado em R$ 100. Estarão isentos do pagamento os candidatos que declararem e comprovarem hipossuficiência de recursos financeiros para pagamento da referida taxa ou comprovarem serem doadores de sangue, conforme estabelece a Lei nº. 6.873, de 10 de outubro de 2007, regulamentada pelo Decreto nº. 3.972, de 30 de janeiro de 2008.

Na última quarta-feira (18), foi divulgada no DOE a autorização do governador Teotonio Vilela Filho para a contratação da empresa que realizará o exame, a Consultoria em Projetos Educacionais e Concursos LTDA (Consultec). Na quinta-feira (19), foi publicado também no Diário Oficial o contrato com a Consultec.

O Reitor da Uneal, Prof. Jairo Campos da Costa, explicou que a Consultec já formulou outras provas de vestibular para a instituição. “Tudo foi realizado de acordo com as normas exigidas pelo Tribunal de Contas do Estado", afirmou.

Os campi da Uneal ficam localizados nas cidades de Arapiraca, Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos, União dos Palmares e Maceió.

O edital está disponível no site da Uneal: www.uneal.edu.br.


Postado em 19/12/2013 às 13:06 0

Emater lança Programa de Habitação Rural em Feira Grande


Por Roberto Gonçalves

Em ato realizado na aldeia indígena Tingui Botó em Feira Grande foi lançado na manhã desta quinta-feira, 19, o Programa Nacional de Habitação Rural ((PNHR). A Emater em convênio com o Banco do Brasil é a entidade organizadora desse projeto social na zona rural e vai contemplar agricultores sem teto, substituir casas de taipa e de alvenaria sem estrutura por residência com sala de estar de jantar, dois quartos, banheiro, área de serviço e alpendre. 
O financiamento para cada família é de R$ 28.500 com 96% pago pelo Governo Federal cabendo a cada família pagar 4% do financiamento em quatro anos o equivalente a R$ 250,00 por ano. O lançamento em nível de Estado em Feira Grande contou com a presença do Secretário da Agricultura José Marinho Júnior que representou o governador Teotônio Vilela Filho (PSDB) Superintendente geral do Banco do Brasil, Jacson Fonseca, Egnaldo Barbosa, gerente de Mercado do Banco do Brasil, José Magno gerente do Banco do Brasil agencia de Feira Grande, Inês Pacheco, presidente da Emarter, Eraldo Saturnino de Almeida gerente Geral da Emater, ex-vereador e agrônomo Júlio Houly  e Silvio Brito que representou o Secretário de Estado da Articulação Política, Rogério Teófilo na solenidade. 

O programa vai contemplar 66 grupos em todo o Estado em 33 municípios cujos grupos estão em formação pela Emater, segundo explicou o gerente geral da Emater, Eraldo Saturnino de Almeida. Na solenidade ocorreu a assinatura do contrato de financiamento entre os agricultores indígenas da tribo Tingui Botó e o Banco do Brasil que contempla 26 famílias da aldeia que tem como principal atividade a agricultura de subsistência com foco na cultura da batata doce, amendoim, mandioca feijão e milho. 
Em seu discurso, o titular da pasta da Agricultura, José Marinho, afirmou que o lançamento do Programa em Feira Grande é o ponto de partida que chega a zona rural cumprindo o compromisso do governador Teotônio Vilela Filho e do vice-governador José Thomas Nono (DEM) com a agricultura e o homem do campo. Marinho destacou a recriação da Emater em 2011, para promover o desenvolvimento da agricultura e da pecuária com mais um desafio – a habitação rural.
Marinho destacou as ações do Governo do Estado no Programa de Sementes, Programa do Leite que distribuí 80 mil litros de leite por dia, adquirido do produtor rural, Programa de Ovinos. Aves, construção de cisternas, Programa de irrigação com destaque para a maior obra hídrica de Alagoas o Canal do Sertão demostrando o compromisso go governador Teotônio Vilela e José Thomas Nono com a agricultura. 
A solenidade contou com a presença dos prefeitos de Feira Grande Veridiano Almir, de Lagoa da Canoa, Álvaro Melo e Saulo Barros de Campo Grande e do coordenador da Funai, antropólogo  Gilberto Silva, vereadores e lideranças indígenas de todo o Estado.     


Postado em 18/12/2013 às 17:42 0

Emoção e muita alegria na confraternização de Natal do Complexo Tarciso Freire


Por Roberto Gonçalves

Exemplos de superação e momentos de agradecimentos marcaram na manhã e tarde desta quarta-feira (18), a festa de confraternização realizada para as crianças especiais do Complexo Multidisciplinar Tarciso Freire, que atende a mais de 500 crianças do Agreste e do Sertão de Alagoas. Com direito a muita diversão, passeio de charretes e fotos no lombo do Boi Gaúcho, as crianças brincaram e se divertiram ao lado do Papai Noel.
Como presente, o Complexo Multidisciplinar Tarciso Freire, ofereceu este ano um diferencial, que foi a apresentação do Coral Natalino da entidade, formado pelas funcionárias e voluntárias. Empresários, políticos e convidados participaram da confraternização que teve o sorteio de quatro TVs e outros brindes, ofertado pelo comércio de Arapiraca.
Participaram ainda como convidados especiais do vereador Tarciso Freire, 18 suplentes de vereadores, que ao lado do vereador Josias Albuquerque se emocionaram com a superação das crianças com síndrome de donw.
 “Viver aqui é sinônimo de aprendizado diário com estas crianças. Elas mostram uma força incomum na reabilitação”, desabafou o vereador Tarcizo Freire, lembrando que cada pai e mãe de uma criança especial, também se torna uma pessoa especial.
Ele agradeceu as prefeituras de Limoeiro de Anadia, São Sebastião e Arapiraca, que também contribuem  com a instituição, como também ao empresário Ricardo Barreto (Ricardo da Coagro) que esteve presente ao evento. Ao final da confraternização, Freire cumprimentou os pais e abraçou fraternalmente as crianças desejando Feliz Natal.

 


Postado em 18/12/2013 às 16:10 0

Hemoar realiza coleta de sangue no Centro de Arapiraca nesta quinta


Por Repórter: Josenildo Torres

A Praça Marques da Silva, localizada no Centro de Arapiraca, será palco, nesta quinta-feira (19), de uma coleta itinerante de sangue. A ação, que irá ocorrer das 8h às 16h, será promovida pelo Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar).

Por meio da coleta externa, a gerência do Hemoar espera formar um estoque de sangue estratégico, que atenda a demanda de transfusões durante o Natal e Réveillon. Isso porque, além de atender os hospitais e maternidades de Arapiraca, o órgão também abastece os hospitais do Agreste e Sertão.

Mas os voluntários que não poderem comparecer à Praça Marques da Silva, nesta quinta-feira (19), poderão realizar sua doação de sangue na sede do Hemoar. O órgão está localizado na rua Dr. Geraldo Barbosa, no Centro de Arapiraca, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12 e das 14h às 18h.

Quem pode doar – Para se candidatar à doação de sangue é necessário estar em perfeito estado de saúde, ter no mínimo 16 anos de idade, pelo menos 50 kg e portar um documento de identificação com foto. O candidato também não pode ter contraído hepatite após os 10 anos, sífilis, Aids e doença de Chagas. 

No caso de gestantes e lactentes é proibida a doação e para repetir o procedimento deve-se respeitar um prazo de dois meses para os homens e três para as mulheres. Quanto aos menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais ou portando um documento de identificação oficial e original dos responsáveis, além de uma autorização formal, cujo formulário pode ser baixado no site www.saude.al.gov.br/hemoal .


Postado em 18/12/2013 às 07:02 0

Obra que custou R$ 4,3 milhões está inacabada em Arapiraca


Por Roberto Gonçalves

A Obra do Eixo Viário conhecida como Anel Viário com recursos da ordem de R$ 4,3 milhões do Ministério das Cidades está inconclusa, sem iluminação. No trecho que termina na Rua São Roque está abandonada e com grandes quantidades de entulhos. A obra foi iniciada na segunda administração do então prefeito Luciano Barbosa (PMDB) passou um longo período de paralisação teve as obras reiniciada e inaugurada sem ser concluída no dia 28 de dezembro de 2012, no apagar das luzes da administração de Barbosa.
A primeira etapa da obra que interliga vários bairros foi à rodovia Al-110 foi concluída em dezembro de 2012. Quando foi inaugurada sem ser concluída foi anunciado que na segunda etapa do projeto seria concluída, tudo ficou na promessa de campanha política.

Moradores do bairro de Canafístula utilizam as vias escuras e arriscam a vida ao transitarem na pista sem acostamento em alguns trechos correndo o risco de assaltos em razão da escuridão. Na parte que ainda não está concluída o lamaçal na época do inverno e atualmente a poeira toma conta da rodovia inacabada. O mato toma conta e em alguns locais estão colocando lixo e entulhos.

Após concluída o obra terá oito quilômetros de extensão, com três quilômetros de via interligando todos os bairros de Arapiraca até a Rodovia AL-110, nas imediações da antiga Delegacia de Roubos e Furtos, entre os acessos ao bairro de Canafístula e também aos municípios de São Sebastião e Penedo pela Al-110. O Eixo Viário tem dez metros de largura, com a inclusão de uma ciclovia e área de passeio para pedestres, conta com um viaduto com vão de 20 metros, nas imediações do Posto Divan.

O projeto inclui o Bosque das Arapiracas e o Parque Ceci Cunha, passando pela Rua XV de Novembro, São Roque, Leocádio Pinheiro, final da Rua Estudante José de Oliveira Leite entre os bairros Ouro Preto e São Luiz até a Rodovia AL-110. O conjunto da Marginal do Piauí contempla a Área Verde e o Bosque das Arapiracas, constituindo-se num importante corredor de transportes e de lazer para os moradores e visitantes quando ficar totalmente concluído.


Postado em 17/12/2013 às 07:31 0

Carne consumida pela população de Arapiraca é fora dos padrões de higiene


Por Roberto Gonçalves

A apreensão pela Vigilância Sanitária de 856 quilos de carne bovina impropria para o consumo na última sexta-feira, 13, no Mercado Público de Arapiraca, leva a uma reflexão da irresponsabilidade da Prefeitura de Arapiraca e das Secretarias Municipais de Agricultura e Saúde com a saúde pública. O caso veio à tona após um telefonema de uma senhora para o programa Show de Noticias apresentado pelo comunicador Ives Cavalcante na 96 FM de que algumas tarimbas do Mercado Público estavam comercializando carne bovina impropriaria para o consumo e já apresentando forte odor de putrefação.
A partir da denuncia, o setor de Vigilância Sanitária entrou em ação e ocorreu o procedimento de recolhimento do produto que foi levado para incineração no aterro sanitário. Segundo o veterinário da Vigilância Sanitária Municipal, José Barros, o procedimento rotineiro é fazer a inspeção na carne antes de ser distribuída aos marchantes. " O caminhão com quase 1 tonelada de carne estava no estacionamento do mercado público. Ao analisarmos o produto verificamos que a carne já apresentava coloração azulada e odor, imprópria para consumo", explicou José Barros. .
Segundo denúncias das pessoas que trabalham no Mercado Público a carne estava estocada no caminhão sem refrigeração há quase dois dias, o que agravou ainda mais o processo de decomposição. O correto seria após o transporte do produto entre o Matadouro Público e o Mercado a carne ser armazenada nas câmaras frigorificas e ser mantida em uma temperatura de 9 a 10 graus para manter a conservação e as propriedades naturais do alimento.
De acordo com informações colhidas pelo blog com um funcionário do Matadouro Público que por questão de ética vamos preservar o seu nome, as condições de higiene no local são precárias e fora de todos os padrões de higiene. Cinco caminhões baú sem refrigeração locados pela Prefeitura fazem o transporte entre o local da matança e o Mercado Público.