Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves

Postado em 17/05/2017 às 16:51 por Roberto Gonçalves em Roberto Gonçalves 0

Restaurante “Jerimum” continua fechado e revolta comerciários em Arapiraca

Restaurante popular “Jerimum” está fechado desde o inicio da gestão do prefeito Rogério Teófilo




Por Roberto Gonçalves

Fechado desde o inicio da gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) em janeiro deste ano, o resturante popular “Jerimum” provoca revolta na maioria dos comerciários de Arapiraca. Implantado no centro comercial da cidade  na gestão do então prefeito e atual vice-governador Luciano Barbosa (PMDB) o restaurante servia mil refeições diárias a preço simbólico de R$ 3,00 para comerciários, vendedores informais e pessoas da região Agreste que se deslocavam para Arapiraca. O fechamento deixa milhares de pessoas de baixa renda sem a prestação do serviço.

No inicio do ano, a coordenação de comunicação da Prefeitura de Arapiraca informou que o fechamento do restaurante seria para a realização de serviços de manutenção e que seria reaberto em março deste ano o que não aconteceu. Outra informação informou que o fechamento tinha  como  objetivo de realizar reparos para melhor comodidade do cidadão arapiraquense que frequenta o local diariamente, e reabriria no prazo de um mês. Mas, de acordo com funcionários do comércio, quase cinco meses depois, nenhuma movimentação de reforma ou reparos foi percebida no interior do restaurante.

comerciários que almoçavam no “Jerimum” todos os dias, não aguentam mais ter que pagar quase R$ 8,00 e 10,00 por um almoço nos serv serviçe . "Ou eu compro quentinha, que é cara, ou eu trago de casa e como frio, desabafou uma comerciária. Quem trabalha no centro de Arapiraca precisa do restaurante popular aberto", lamentou.

Uma outra desculpa é da  Assessoria de Comunicação da Secretaria de Assistência Social de Arapiraca, o atraso é em razão uma equipe do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) que estaria vindo a cidade para realizar uma vistoria que até o presente não aconteceu O Jerimum é responsável pela alimentação de aproximadamente mil pessoas todos os dias.

Fechamento do “Jerimum” repercute em sessão do Legislativo

O fechamento do Restaurante popular “Jerimum” foi motivo de pronunciamento do vereador Fábio Henrique (PC do B) na sessão ordinária desta terça-feira (16) da Câmara Municipal de Arapiraca. O vereador  usou o espaço reservado para as explicações pessoais, para lamentar que o Restaurante  Popular, mas conhecido como Jerimum, que atendeu as necessidades básicas de alimentação à preço baixo para o trabalhar arapiraquense, continue fechado.

Ele disse que foi procurado por trabalhadores do comércio local, que reclamaram do fechamento do espaço desde o ano passado, sem que fosse dada nenhuma explicação à população. Fábio Henrique lembrou que no ano passado, o Jerimum servia cerca de 1.000 refeições diárias, não só para os trabalhadores do comércio local, mas também pessoas que vinham de outras cidades e tinham que permanecer em Arapiraca, durante todo o dia.


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.