Raízes da África
Raízes da África

Postado em 11/12/2016 às 08:40 por Arísia Barros em Raízes da África 0

A PM matou o meu filho. Essa dor nunca irá se cicatrizar- afirma a cantora Tati Quebra Barraco




Por Arísia Barros

 

Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, filho da cantora de funk Tati Quebra Barraco, foi morto a tiros na madrugada deste domingo na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio.

De acordo com parentes, Yuri Lourenço da Silva, foi baleado no rosto pouco depois de 1h e chegou a ser socorrido para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas não resistiu. A família acusa policiais militares da UPP local de terem disparado contra o jovem. Segundo parentes de Yuri, outro rapaz que estava com ele também foi baleado e morreu.

Policiais da UPP local confirmaram que houve tiroteio e duas pessoas foram atingidas, mas afirmam que houve confronto com traficantes de drogas. De acordo com eles, um grupo de PMs que fazia patrulhamento de rotina foi surpreendido por criminosos armados na Rua Quintanilhas. Segundo os PMs, houve confronto e dois criminosos foram baleados e, com eles, foram apreendidas drogas e armas.

O assunto ganhou as redes sociais quando a cantora fez uma postagem em sua página no Twitter. "A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido A pm matou o meu filho Essa dor nunca irá se cicatrizar". A cantora teria tomado conhecimento da morte do filho durante um show em Belo Horizonte, e, muito abalada, já está a caminho do Rio. Vários fãs e seguidores responderam com mensagens de apoio.

Um familiar do jovem que pediu anonimato disse que policiais "atiraram para matar":

— Quando você é preto e pobre, a polícia te mata. Os policiais ainda tiraram fotos dele baleado e espalharam pelo Facebook. Eles não têm direito de tirar a vida de ninguém — disse um parente do rapaz, que morava na Cidade de Deus.

Fonte: http://extra.globo.com/casos-de-policia/filho-da-funkeira-tati-quebra-barraco-morto-tiros-na-cidade-de-deus-20626354.html?utm_source=Facebook&utm_medium=Social&utm_campaign=Extra

 

 


Deixe seu comentário

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.